Aero
Foto – Aeroporto RIOGaleão/Divulgação

No dia 20 de janeiro de 1977 ocorreu a inauguração oficial do primeiro terminal de passageiros do Aeroporto do Galeão, atualmente um dos principais no Rio de Janeiro – RJ.

O atual TPS1 continua em funcionamento depois de anos em atividade, servindo ao mercado doméstico de aviação. Durante esse período foram realizadas várias reformas para adequar o perfil do terminal ao tráfego de passageiros e as novas tecnologias, a primeira realizada em 1992, antes da construção do TPS2, com reflexo na realização da ECO 92, evento com discussões climáticas realizada na cidade do Rio de Janeiro, a capacidade na época com a reforma era pra 7 milhões de passageiros ao ano. Em 1999 foi inaugurado o TPS 2, que levou uma inovação maior ao Aeroporto do Galeão, ao mesmo tempo em que aumentava a capacidade conjunta para 15 milhões de passageiros ao ano.

No ano de 2004 ocorreu uma transferência de voos do Aeroporto Santos Dumont para o Galeão, na época SDU estava sofrendo com uma grande superlotação de passageiros, operando com quase três vezes sua capacidade técnica, a troca dos voos tinha fim em restaurar o movimento no Galeão e proporcionar maior conforto para o passageiro, devido ao terminal maior. O aeroporto opera com duas pistas, uma com 4000 metros de extensão e construída em concreto, atualmente a “maior do país”, a segunda de 3200 metros com pavimentação asfáltica; uma obra realizada recentemente de expansão lateral da pista autorizou o uso para pouso do Airbus A380, que requer uma pista com 60 metros de largura para pouso seguro com passageiros.

Atualmente o Aeroporto do Galeão é uma das principais entradas para voos internacionais, ele ainda mantém sua estrutura do TPS 1, inaugurado em 77,  e o TPS 2 inaugurado em 99, com uma atual expansão em construção proporcionada por sua concessionária RIOGaleão, composto por uma concessão realizada pelo governo federal em 2014 formado pela Odebrecht TransPort e Changi Airports International, e com participação de 49% da Infraero (empresa estatal). O aeroporto contém 38 gates de embarque e 24 posições remotas, reformas realizadas entre 2008 e 2014 permitem a movimentação de 17,5 milhões de passageiros ao ano.

Pier Sul em Obras no Galeão. Foto - Aeroporto RIOGaleão
Pier Sul em Obras no Galeão. Foto – Aeroporto RIOGaleão

Assim como em 1992, a concessionária atualmente realiza obras para a expansão de capacidade internacional do aeroporto, como dito acima, o Galeão é atualmente uma das principais entradas do Brasil para passageiros de voos internacionais, além de ter sido o 4º mais movimentado em 2015 para o mercado doméstico de aviação. A concessionária prepara para abril de 2016, uma inauguração de várias obras, o Pier Sul é a principal, ele irá oferecer  mais 26 pontes de embarque, que será combinada com a expansão de 47 novas posições de estacionamento para aeronaves. Também está sendo construído um edifício garagem em frente o TPS2 com capacidade para 2700 carros; todas as 68 pontes de embarque serão modernizadas até abril e a área comercial do aeroporto será ampliada para dar lugar a novas lojas e restaurantes. Outras modificações em setores serão realizadas, além de diversas ampliações para adequar o terminal com o atual mercado de aviação.

COMPARTILHAR