Foto - Boeing

O grupo Air China declarou hoje que receberá 170 novos aviões na sua frota até o final de 2020, mostrando um excelente crescimento da companhia.

Cerca de 54 aviões serão entregues somente em 2018, incluindo os primeiros Airbus A350 da companhia, serão 6 no total. Mas boa parte dessa expansão se concentrará em aeronaves narrowbody, sendo 25 da família 737 e 15 da família A320.

Apesar dos 54 aviões novos esse ano, somente 22 se aposentarão, terminando o ano com saldo de 32 aviões acrescentados à frota.

Em 2019 a Air China deverá receber 63 aeronaves, e aposentar outros 17 aviões. Já em 2020 a companhia receberá 53 aeronaves, e aposentará somente 12.

Hoje a Air China, e as suas subsidiárias, já contam com 655 aviões, sendo uma das frotas mais jovens do continente asiático, com apenas 6 anos e meio de uso. Com esses novos aviões, até o final de 2020 o Grupo Air China terá 774 aeronaves na frota.

This post is available in: pt-brPortuguês