No ultimo mês do ano passado, o diretor-geral da Air China, Shi Shuai, em uma visita em São Paulo revelou que a companhia pretenderia utilizar a partir do novo ano o Boeing 787-900 na rota São Paulo-Madri-Pequim. E foi isso que aconteceu!  

A partir de Março, os voos da Air China para São Paulo, com origem Pequim e escala em Madrid, serão operados pelo 787-9 Dreamliner. Atualmente a rota é operada por um A330-200.

A introdução do 787-9 ocorrerá no Domingo, dia 26 de Março, com previsão de chegada às 14h55 no Aeroporto de Guarulhos e a decolagem às 18h05. Além do primeiro voo do 787 da Air China, o dia 26 de Março, mesmo dia que a Emirates irá inaugurar o primeiro voo comercial regular com um A380 para a América do Sul.

Substituindo a atual aeronave da rota, o numero de assentos oferecidos na rota será de 237 para 293. O Boeing 787-9 da Air China será equipado com uma configuração de cabine que conta com 30 assentos na Business Class, 34 na Premium Economy e 229 na Economy Class.

Shi Shuai, na entrevista do ano passado, exaltou os resultados da companhia aérea no mercado brasileiro e ainda fez elogios. “Eu sou de Pequim, amo meu país. Mas me apaixonei por essa terra, sou muito sortudo por morar no Brasil há mais de um ano”, disse. Há 14 anos atuando no grupo, Shuai ocupa a diretoria para o Brasil desde maio de 2016.

COMPARTILHAR