O Airbus A350-1000 já iniciou sua turnê que passará pelo Oriente Médio e região da Ásia-Pacífico, a aeronave utilizada nessa demonstração será o terceiro protótipo, MSN065, que tem o interior com assentos em uma configuração padrão de companhia aérea.

O primeiro país que recebeu o A350-1000 foi o Qatar, que é conhecido pela companhia Qatar Airways que tem 37 encomendas para essa variante, e mais 20 para a variante -900 a qual a companhia já opera com 22 aviões na frota.



A Airbus espera entregar o primeiro A350-1000 da Qatar, e o primeiro entre todas as companhias aéreas, até a segunda semana de fevereiro.

A Airbus está fazendo essa turnê de demonstração para mostrar as capacidades do avião para os clientes da aeronave, e as companhias interessadas. Isso é impulsionado pela Certificação de Tipo, emitida recentemente pela EASA e FAA, que autoriza o uso da aeronave para transportar passageiros.

O A350-1000 visitará 12 cidades durante a turnê de demonstração, viajando ao todo 55 mil quilômetros. Entre os dias 6 a 8 de fevereiro será exibida durante o Singapore Airshow 2018.

Doha, Muscat, Hong Kong, Seul, Taipei, Hanói, Cingapura, Bangkok, Sydney, Auckland, Tóquio e Manila receberão o A350-1000 nesse período de três semanas.

A Airbus equipou a cabine da aeronave com 40 assentos em Classe Executiva, 36 na Economy Premium e 219 na Economy.

Essa versão é cerca de 7 metros maior do que o atual -900XWB, isso equivale a cerca de 41 assentos a mais para esse avião, são 366 assentos quando configurado em 3 classes ou 440 em configuração de alta densidade.

O A350-1000 possui um novo trem de pouso principal de seis rodas, para suportar melhor o maior peso do novo jato. No A350-900 só há 4 rodas por trem de pouso principal.

As asas do A350-1000 têm uma prolongação do bordo de fuga, que aumenta a área em 4%, comparando com o A350-900. Isso gera maior sustentação e diminui as velocidades críticas de decolagem e pouso.

A Airbus afirma que essa nova aeronave é cerca de 25% mais econômica quando comparada diretamente com a geração anterior, o A340-600.