A Airbus realizou uma modificação nos reversos do A350XWB, de acordo com a fabricante foi corrigida uma falha no sistema de acionamento, que comprometia o atuador de bloqueio dele. A descoberta dessa falha ocorreu através de uma aeronave em serviço que sofreu com esse problema, a operadora logo notificou a EASA (Agência Europeia de Segurança da Aviação) para dar prosseguimento na investigação e solução do problema.

Segundo a EASA o problema encontrado seria no sistema de atuação do bloqueio do reversor, que poderia eventualmente liberar a carenagem lateral sem um comando realizado na cabine. O defeito encontrado na peça seria uma contaminação excessiva com pó proveniente do seu disco de carbono, que faz parte do conjunto mecânico da peça. De acordo com a EASA isso afeta a capacidade de retenção do atuador em duas linhas mecânicas, sendo que a terceira não estaria sendo afetada, por ser de concepção diferente.

Já devidamente alertada do problema, a Airbus lançou uma atualização de software para as operadoras do A350XWB, em que avisa o sistema da aeronave para não considerar a falha e bloquear os comandos do reverso quando em voo. Enquanto isso a fabricante irá pensar em uma solução definitiva do problema, que já foi previamente apresentada e cumpre o novo padrão imposto pela EASA, e após os testes irá compor um pack de atualização para todas as aeronaves que podem registrar o problema através desse sistema atual.

 

Fonte – EASA

COMPARTILHAR