A Airbus entregou o sistema ACLS (Advanced Closed Loop System), um sistema avançado de suporte à vida para purificar o ar e produzir oxigênio para a Estação Espacial Internacional (ISS).

O sistema também produz água, de certa forma como um subproduto da tecnologia. O ACLS foi desenvolvido pela Airbus para a Agência Espacial Europeia (ESA) e deverá ser usado como um demonstrador de tecnologia na ISS a partir do verão de 2018 no hemisfério norte.



O ACLS extrai uma porção do dióxido de carbono da atmosfera da cabine e, usando o hidrogênio obtido a partir de moléculas de água divididas, converte-o em metano e água, naquilo que é conhecido como o processo Sabatier. O oxigênio é produzido a partir desta água usando eletrólise. Isso aumenta a eficiência geral do sistema e reduz a necessidade de envio de suprimentos da Terra.

O ACLS será agora instalado no transportador espacial HTV-7 no Centro Espacial de Tanegashima no Japão e deverá ser transportado para a ISS em agosto de 2018.