Hoje (14) a Airbus lançou o novo A330neo, depois de extensas pressões das companhias aéreas para que uma nova aeronave na faixa de assentos do A330 fosse apresentada. O novo A330 em si é 14% mais econômico do que a versão antiga, isso é graças a uma nova asa, os novos motores fabricados pela Rolls Royce (modelo Trent 7000), Winglets a lá estilo A350/787, e também a uma nova geração do Fly by Wire (que o pessoal costuma chamar de Full Fly By Wire). Os novos winglets adicionam 3m a mais de envergadura, porém ainda se mantém dentro da categoria E nos aeroportos, o que não dificultará seu uso em aeroportos que já operam o A330 classic e nem pede pedidas como as encontradas na asa do no novo 777, que são as pontas dobráveis. A330-900neo_RR_AIB_01 Além disso, o modelo com tamanho semelhante ao atual A330-200 ganhou mais 10 assentos extra. Estão previsto 2 modelos, o A330-800NEO que de acordo com o divulgado pela Airbus tem capacidade para 252 passageiros em uma configuração com 216 assentos na económica e 36 na classe executiva, capaz de voar por até 8200nm, aproximadamente 15200km de acordo com os padrões da empresa, enquanto o A330-900 conta com 310 assentos (36C + 274Y) e uma autonomia de 7000nm (13000km), valores próximos do que a Boeing divulga para o 787. a330_NEO_BC_Cabin_14-14-07_CR a330_NEO_EC_Cabin_14-14-07_CR O interior é totalmente remodelado, todo em led, acompanhando as outras tendências do mesmo mercado, também incorpora conexão Wi-Fi com rede de internet. Na parte de treinamento a Airbus garante que 95% de comunalidade em todo o sistema da aeronave em comparação com o modelo atual, facilitando o treinamento e transferência de tripulação de uma aeronave para outra. A330-900neo_RR_AIB_02 A primeira entrega da aeronave está prevista para o quarto trimestre de 2017, portanto, a Airbus terá 42 meses para a construção, teste e certificação da aeronave, no entanto não foi anunciada qual companhia fará o primeiro voo comercial, mas a aeronave já contou com encomendas em seu lançamento, são 25 A330-900 encomendados pela Air Lease. A330NEO_Airbus_Infographics Nota do autor: O A330-300 não foi tão bem sucedido como a versão -200 por causa de sua autonomia pequena, será que esse novo -900neo será um sucesso maior da linha visto que a autonomia melhorou muito?

COMPARTILHAR
Pedro Viana

Acadêmico de Engenharia Aerospacial – Editor de foto e vídeo – Fotógrafo – Aeroflap