A Airbus realizou o Water Ingestion Test no A350-1000 neste mês, em uma base da Força Aérea Francesa em Istres, no sul da França. O A350-1000 passou propositalmente ao longo de uma superfície inundada para demonstrar a robustez da aeronave e para garantir que os sistemas da aeronave estejam preparados para a operação normal do A350-1000.

O Water Ingestion Test é feito usando uma “piscina” de água, que é montada em uma pista comum, de pouso ou decolagem. Os tripulantes aceleraram progressivamente a aeronave de encontro para uma grande bacia de água, esse teste é realizado em cinco velocidades entre 80 a 140 nós. Esse teste verifica se os sistemas da aeronave, principalmente os que ficam perto do trem de pouso, suportarão o impacto da água durante o pouso, decolagem ou taxiamento.



A Airbus confirmou o sucesso do teste e aproveitou para documentar com um conjunto de belíssimas fotos e vídeos. Um álbum de fotos pode ser visualizado abaixo.

Essa versão é cerca de 7 metros maior do que o atual -900XWB, isso equivale a cerca de 41 assentos a mais para esse avião, são 366 assentos quando configurado em 3 classes ou 440 em configuração de alta densidade. A cliente de lançamento do A350-1000 é a Qatar Airways, a Airbus espera entregar a primeira aeronave já no segundo semestre de 2017, após obter as certificações. No Brasil a LATAM tem encomendas para 14 aeronaves A350-1000, com entregas a partir de 2018.