E antes do relatório final da queda do Airbus A400M a empresa fabricante da aeronave decidiu revelar a causa do acidente ocorrido em Seville na Espanha. A causa do acidente foi a instalação errada de um software de controle dos motores  na própria produção da aeronave, na linha final de montagem. Os dados da caixa negra analisados, esta semana, confirmaram a hipótese de que não havia qualquer problema com o próprio avião. “A caixa negra assegura que não existem defeitos estruturais, mas temos um problema sério na montagem final”, concluiu Marwan Lahoud, chief strategy officer da Airbus.

airbus

“Gostaríamos de ver os dados e de compará-los com a nossa hipótese para perceber rapidamente as causas do acidente, de modo a que o nosso avião possa voltar a voar”, disse aos accionistas da Airbus, na assembleia-geral da empresa, em Amesterdão, no dia 27 de Maio por causa da demora da Espanha a divulgar o ocorrido e os dados da caixa preta, por enquanto só a França mantém seus A400M operante enquanto a Airbus mantém os aviões a serem testados após a produção em chão, porém ainda com os protótipos realizando voos.

This post is available in: pt-brPortuguês