A350-1000 (à frente), voando com o A350-900.

Mesmo com a certificação do A350-1000 emitida desde novembro, a Airbus não planeja entregar a aeronave tão em breve. A primeira entrega será realizada só em fevereiro para a Qatar Airways.

Boa parte desse atraso é devido aos assentos de luxo da Qatar Airways, descrito pela companhia aéreas como uma “configuração de interior complexa”, assim como afirmou o presidente-executivo da Qatar nesta segunda-feira.



Os assentos Qsuites, escolhidos pela Qatar para equipar o A350-1000, sofreram um atraso na produção pela complexidade de integração do módulo, que involuntariamente conta com quatro assentos que reclinam 180º. Além disso a Airbus encontrou dificuldades para certificar uma aeronave com essa configuração.

Dessa forma a primeira entrega do A350-1000, que estava programada para dezembro de 2017, será realizada com três meses de atraso, em relação ao prazo divulgado inicialmente pela Airbus.

A Qatar Airways tem 80 encomendas para o A350, sendo 37 para a versão A350-1000.