A Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) assinou, nesta última quarta-feira (20), o Termo Aditivo que prevê a reprogramação do fluxo de pagamento da outorga do contrato de concessão do Aeroporto Internacional de Brasília.

A alteração do Contrato foi realizada nos termos da Lei nº 13.499, de 26 de outubro de 2017, e da Portaria nº 135, de 28 de março de 2017, do Ministério de Transportes, Portos e Aviação Civil.

A alteração do pagamento da outorga foi oficializada após a concessionária de Brasília recolher os valores pendentes da outorga no montante de R$ 557.084.441,59, ficando adimplente com todas as obrigações no contrato perante o Governo Federal.

Com a alteração, a Inframerica recolheu a outorga antecipada na última quarta-feira (20/12), no valor de R$ 118.935.098,85.

As parcelas futuras da outorga fixa deverão ser recolhidas nos prazos e valores  indicados abaixo, reajustados pelo IPCA acumulado de fevereiro de 2012 até o mês anterior à data de pagamento.

Os investimentos previstos continuam vigentes conforme o contrato assinado em 14/06/2012. Veja quais são os investimentos previstos aqui.

Data

Valor

24 de julho de 2018

R$ 12.965.360,99 (doze milhões, novecentos e sessenta e cinco mil, trezentos e sessenta reais e noventa e nove centavos)

24 de julho de 2019

R$ 180.045.300,00 (cento e oitenta milhões, quarenta e cinco mil e trezentos Reais)

24 de julho de 2020

R$ 180.045.300,00 (cento e oitenta milhões, quarenta e cinco mil e trezentos Reais)

24 de julho de 2021

R$ 180.045.300,00 (cento e oitenta milhões, quarenta e cinco mil e trezentos Reais)

24 de julho de 2022

R$ 180.045.300,00 (cento e oitenta milhões, quarenta e cinco mil e trezentos Reais)

24 de julho de 2023

R$ 180.045.300,00 (cento e oitenta milhões, quarenta e cinco mil e trezentos Reais)

24 de julho de 2024

R$ 180.045.300,00 (cento e oitenta milhões, quarenta e cinco mil e trezentos Reais)

24 de julho de 2025

R$ 180.045.300,00 (cento e oitenta milhões, quarenta e cinco mil e trezentos Reais)

24 de julho de 2026

R$ 180.045.300,00 (cento e oitenta milhões, quarenta e cinco mil e trezentos Reais)

24 de julho de 2027

R$ 180.045.300,00 (cento e oitenta milhões, quarenta e cinco mil e trezentos Reais)

24 de julho de 2028

R$ 180.045.300,00 (cento e oitenta milhões, quarenta e cinco mil e trezentos Reais)

24 de julho de 2029

R$ 180.045.300,00 (cento e oitenta milhões, quarenta e cinco mil e trezentos Reais)

24 de julho de 2030

R$ 180.045.300,00 (cento e oitenta milhões, quarenta e cinco mil e trezentos Reais)

24 de julho de 2031

R$ 180.045.300,00 (cento e oitenta milhões, quarenta e cinco mil e trezentos Reais)

24 de julho de 2032

R$ 180.045.300,00 (cento e oitenta milhões, quarenta e cinco mil e trezentos Reais)

24 de julho de 2033

R$ 180.045.300,00 (cento e oitenta milhões, quarenta e cinco mil e trezentos Reais)

24 de julho de 2034

R$ 180.045.300,00 (cento e oitenta milhões, quarenta e cinco mil e trezentos Reais)

24 de julho de 2035

R$ 262.156.269,13 (duzentos e sessenta e dois milhões, cento e cinquenta e seis mil, duzentos e sessenta e nova Reais e treze centavos)

24 de julho de 2036

R$ 262.156.269,13 (duzentos e sessenta e dois milhões, cento e cinquenta e seis mil, duzentos e sessenta e nova Reais e treze centavos)

24 de julho de 2037

R$ 262.156.269,13 (duzentos e sessenta e dois milhões, cento e cinquenta e seis mil, duzentos e sessenta e nova Reais e treze centavos)

 

Via – ANAC

This post is available in: pt-brPortuguês