Congonhas visto de cima - Foto: Infraero
Congonhas visto por cima – Foto: Infraero

A ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil) derrubou uma liminar que limitava as operações do aeroporto de Congonhas para rotas de até somente 1500km, a partir dessa data será possível para as companhias aéreas realizarem voos para capitais no nordeste e norte do Brasil, sendo proibido no entanto os voos internacionais por empresas aéreas.

A GOL Linhas Aéreas é a primeira companhia que irá operar voos para o Nordeste, a partir do dia 28 de janeiro a Gol irá realizar voos com destino ao Recife, capital do estado de Pernambuco, ao todo serão 4 voos diários, incluindo sábado e domingo. A Avianca Brasil aproveitou para lançar um voo aos sábados para Fortaleza com volta para CGH no domingo, em horário diurno, as operações começarão a partir do dia 20 de fevereiro, bilhetes de voo já podem ser encontrados para a venda online no site da Gol e Avianca.

A Azul também se manifestou para realizar diversos voos novos ao sábado, os primeiros serão para Salvador, Porto Seguro, Recife, Maceió e Natal. Os voos serão realizados a partir de março e de acordo com uma análise ajudará a melhorar o mercado utilizando slots da ponte aérea em horário de pouco movimento. A TAM irá analisar o comportamento do mercado para viabilizar voos ao nordeste partindo de CGH.

A liminar foi criada em 2007 logo após o acidente com o Airbus da TAM, que também refletiu no número de movimentos por hora. Recentemente a ANAC liberou mais slots a partir do aumento na permissão de decolagens e pousos por hora, natualmente Congonhas está limitado em 34 movimentos por hora. No caso dessa liminar, a Agência afirma que não há motivo técnico e operacional dessa restrição, e que as companhias aéreas deverão analisar questões de peso máximo para decolagem, consumo de combustível e limitação de pista para viabilizar os novos voos de acordo com a aeronave em operação.

COMPARTILHAR
Pedro Viana

Acadêmico de Engenharia Aerospacial – Editor de foto e vídeo – Fotógrafo – Aeroflap