A ANAC autorizou recentemente o envio de profissionais da agência para realizar a certificação do Embraer E190 E2, citado no Diário Oficial da União como ERJ 190-300, nomenclatura usada pela Embraer para citar tecnicamente o E-Jet E2, no modelo E190 E2.

O Diário Oficial da União descreve, de abril até maio, o movimento de Especialistas de Regulação de Aviação Civil para certificar o E190 E2, incluindo os locais e períodos que durarão os testes para compor a certificação, a maioria desses testes ocorrerão no período de junho de 2017, com base em várias cidades dos Estados Unidos e Europa, provavelmente a primeira certificação de tipo da aeronave seja realizada conjuntamente pela FAA, EASA e Anac, devido aos deslocamentos para realizar o procedimento nos EUA.



A primeira atividade descrita ocorreu entre os dias 29 de abril a 07 de maio, onde o E190 E2 passou pelo Simulated Scenarios Test Proposal, ou teste de cenários simulados, nessa ocasião um Especialista em Regulação de Aviação
Civil da Agência Nacional de Aviação Civil, acompanhou a evolução da aeronave. Esse teste ocorreu em Broken Arrow, nos EUA.

A segunda atividade marcada para o E-Jet é o ensaio do Flight Control System (Primary and Spolites e os testes de luzes da aeronave, para a data de 3 a 11 de junho, esse teste abre uma grande janela que ocorrerá em junho e será descrita abaixo. A ANAC também enviará um especialista para essa atividade, que deverá ocorrer em Salt Lake City, nos EUA.

A partir do dia 10 de junho o E190 E2 passará por dois testes em Phoenix, nos EUA, onde os Escape Slide das portas Tipo I serão testados, além do Software Embarcado feito pela empresa Honeywell. Todos esses dois testes serão acompanhados por uma dupla de especialistas da ANAC.

Foto – Embraer/Via Facebook

Já no dia 17 de junho o E190 E2 deverá passar por uma Auditoria de Software com o acompanhamento da ANAC. Essa auditoria ocorrerá na Alemanha, na cidade de Lindenberg. O último listado pelo DOU de hoje (24/05) é uma outra auditoria, que será realizada em Phoenix, nos EUA, entre os dias 24 de junho a 01 de julho para averiguar o processo de Desenvolvimento de Sistema na Honeywell.

Ainda de acordo com o Diário Oficial da União do dia 24/04 a ANAC publicou: “Aprovar a Condição Especial CE/SC 25-049, intitulada “Condição Especial Aplicável a Requisitos Gerais de Limitação da Proteção de Envelope de Voo”, para fins de certificação de tipo do avião Embraer ERJ 190-300 e de outras aeronaves a critério da ANAC”. Essas condições estão listadas Aqui.

Ontem (23/05) havia 3 aeronaves E190 E2 realizando treinamentos ao mesmo tempo no Estado de São Paulo. A imagem acima oferece uma visualização do momento, capturado pelo FlightRadar 24.

Ao todo são 4 aeronaves E190 E2 no programa de testes do E190 E2. A Embraer espera certificar essa aeronave ainda em 2017, apesar de não divulgar necessariamente uma data fixa, a primeira entrega será no primeiro semestre de 2018 para a Widerøe.

O Ejet E2 oferece diversas evoluções quando comparado à geração atual. Os motores serão os novos Pratt & Whitney PW1900G para os modelos E-190E2 e E-195E2, ficando o PW1700G para o E175-E2. Os comandos de voo serão Fly-By-Wire, com cockpit renovado composto por 4 telas de alta resolução e os tradicionais manches da Embraer, melhorias em aerodinâmica e nova asa foram incorporadas ao modelo E2. A Embraer estima um consumo até 20% menor que a geração atual.

O Ejet E2 é composto por 3 variantes semelhantes as atuais em nomenclatura, são a E175-E2, E190-E2 e E195-E2. As entregas se iniciam em 2018 para a versão E190-E2, seguido pela versão E195-E2 em 2019 e o E175-E2 no ano de 2021. Em todas as 3 variantes, o E-Jet E2 conta com 267 pedidos fixos e 373 opções de compra, até o momento a Embraer já entregou mais de 1200 E-Jets de primeira geração e segue para completar 1800 aeronaves em operação da atual geração.

 

Para consultar esses arquivos é só pesquisar por ERJ no seguinte site portal.imprensanacional.gov.br .

 

*Agradecimentos ao Felipe Caixeta pelas informações.