A ANAC declarou as operações da companhia aérea Flyways encerradas em uma portaria publicada no diário oficial na última quinta-feira (02/03), a Agência suspendeu Certificado de Operador Aéreo da companhia, que foi emitido no dia 05 de novembro de 2015, pouco antes da Flyways iniciar suas operações.

A Flyways já estava sem operações há meses no Brasil, uma aeronave da companhia (de matrícula PT-STY) precisou ser devolvida por causa de uma ação judicial sobre o arrendamento da sua aeronave. No dia 19 de junho mais um ATR 72 da companhia precisou parar para realizar a manutenção em um dos motores, essa aeronave não retornou para a frota da companhia.

Esse é o fim de mais uma companhia aérea brasileira, que esperava ter até 30 aeronaves em sua frota, mas que só conseguiu duas e finalizou suas operações em menos de um ano após o primeiro voo.

 

Veja abaixo a portaria publicada no Diário Oficial da União:

PORTARIA No – 691, DE 24 DE FEVEREIRO DE 2017

O GERENTE DE OPERAÇÕES DE EMPRESAS DE TRANSPORTE AÉREO – 121, no uso da atribuição que lhe confere o art. 1º, inciso IV, da Portaria nº 3.378/SPO, de 20 de dezembro de 2013, tendo em vista o disposto no Regulamento Brasileiro de Aviação Civil nº 119 (RBAC nº 119) e nas Leis nº 7.565, de 19 de dezembro de 1986, e 9.784, de 29 de janeiro de 1999, e considerando o que consta do processo nº 00066.504390/2017-84, resolve:

Art. 1º Suspender cautelarmente o Certificado de Operador Aéreo (Certificado COA) nº 2015-11-0FYW-01-00, emitido em 05 de novembro de 2015, em favor da sociedade empresária FLYWAYS LINHAS AÉREAS LTDA., determinada nos termos da decisão no processo nº 00066.504390/2017-84, comunicada à interessada em 24 de fevereiro de 2017, por meio do FOP 121 nº SEI 0462234.

Art. 2º Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação.

This post is available in: pt-brPortuguês