Após dois anos sem nenhum voo desde o acidente fatal com o primeiro protótipo, a SpaceShipTwo retomou os seus testes no ar, o segundo protótipo (VSS Unity) decolou no dia 08/09 em Mojave, na Califórnia, com ajuda da WhiteKnightTwo que realizou um voo acima de 50 mil pés.

Todo o procedimento durou 3h45 minutos, aproximadamente, e testou sistemas básicos da espaçonave. Todos os dados do primeiro voo com a VSS Unity serão analisados para então avaliar como serão os próximos voos e testes.

A Virgin Galactic descreveu a retomada dos voos como “um momento emocionante e gratificante” na campanha que já dura 12 anos para lançar uma linha de voos turísticos para o espaço com até seis passageiros em cada viagem suborbital.

No final de outubro de 2014 a SpaceShipTwo se envolveu em um acidente que matou um piloto e feriu o outro, após 54 voos bem-sucedidos. O projeto sofreu diversas alterações ao longo dos dois anos em que esteve parado, a equipe de engenharia refez os componentes do motor de foguete da espaçonave e também incorporou um novo combustível (polibutadieno com hidroxila).

Apesar das alterações a culpa no acidente foi do co-piloto, que sobreviveu durante o ocorrido, ele se precipitou na separação da SpaceShipTwo com a aeronave de transporte.

Ainda sobre o acidente um porta-voz da FAA disse que a licença para realizar novos voos “contém certos termos e condições”, por exemplo, a empresa é obrigada a cumprir todos os quesitos de segurança antes que possa realizar operações comerciais e “levar os passageiros do voo espacial. ”

Quando o avião-foguete estiver pronto, a Virgin Galactic irá oferecer o “turismo espacial” por um valor de US$ 250000. O voo inclui um breve momento com a gravidade terrestre quase nula e uma visão da Terra através do espaço.

 

Fonte – FlightGlobal

COMPARTILHAR