Ontem a Arianespace realizou mais um lançamento do foguete Ariane 5, levando como sempre dois satélites a bordo, todos os dois geoestacionários. O foguete foi lançado do Centro Espacial da Guiana (CSG), do Espaço Espacial da Europa em Kourou, na Guiana Francesa às 20h45 (horário local).

O primeiro satélite lançado é o ViaSat-2 para a empresa ViaSat Inc e o segundo é o satélite EUTELSAT 172B para a empresa Eutelsat. Essa carga resultou em um payload total de 9969 kg, sendo que com a cápsula de revestimento da carga esse peso chegou ao total de 10865 kg.



Esse é o 79º lançamento bem sucedido do Ariane 5. Esse foguete também é conhecido por levar dois satélites Brasileiros para a sua órbita neste ano, o primeiro foi o satélite Sky Brasil-1, da operadora de televisão paga Sky, enquanto o segundo foi o satélite SGDC, do Governo Brasileiro. Esse foi o sexto lançamento do Ariane 5 em 2017.

 

ViaSat-2

O satélite ViaSat-2 atende os mercados da América do Norte e Central, além do Caribe, norte da América do Sul e rotas aeronáuticas e marítimas no Oceano Atlântico entre a América do Norte e a Europa.  Ele fornece internet de alta velocidade em áreas de difícil acesso. Foi construído pela Boeing em El Segundo, na Califórnia, a partir de uma plataforma já pronta 702HP, como é comum para satélites geoestacionários de grande porte.

A ViaSat também irá lançar o satélite ViaSat-3 através de um foguete Ariane 5. Esse é o 54º satélite da Boeing lançado pela Arianespace, o primeiro foi em 1987.

 

EUTELSAT 172B

Já o satélite EUTELSAT 172B atenderá aos mercados da Ásia-Pacífico, com uma ampla cobertura que vai desde o Alasca até a Austrália, através da posição 172º Leste. Ele irá oferecer serviço de internet banda larga para aviões, navios e também para uso em terra, através dos serviços governamentais.

O destaque do EUTELSAT 172B é ser o primeiro satélite totalmente elétrico na Europa pela Airbus, em Toulouse, na França. Como o ViaSat, uma plataforma foi escolhida para esse satélite, com o sistema de propulsão totalmente elétrico, a EOR E3000 (Electric Orbit Raising).

Transporte do satélite EUTELSAT para a Guiana Francesa

Recentemente a Arianespace lançou de Kouros um foguete Soyuz com o satélite SES-15, totalmente elétrico, até a propulsão dele é feita usando essa tecnologia. A vida útil de um satélite desses é a mesma, a única coisa que diminui é o peso total do mesmo, visto que não precisa carregar combustível para fazer manobras básicas.

A EUTELSAT já lançou mais de 39 satélites, o primeiro com a Arianespace foi em 1983. A operadora europeia já reservou outros dois voos espaciais da Arianespace para colocar satélites em órbita.

 

Veja o lançamento no vídeo abaixo: