Mais uma etapa para aumentar a vida útil do clássico B-52H Stratofortress pode ser feita, trata-se de quadruplicar a capacidade de peso máximo de armamento que o B-52 pode levar nos pontos externos sob a asa.

Os pinos de fixação externa podem dar uma capacidade de transporte de até 40.000 libras, sendo que a atual configuração gira em torno de 10.000 libras.

Com esse novo pino, o Stratofortress poderá levar qualquer armamento convencional sob as asas, aumentando assim o poder de fogo do bombardeiro uma fez que, além dos pontos externos para armazenamento e lançamento das bombas, existe a baia interna.

Os pontos de ficção atuais do B52H, conhecidos por Improved Common Pylon (ICP), foram desenvolvido no final dos anos 50 e atualizados com o passar do tempo. Mas além dos pinos, outra atualização que devem ser feita vai ser no próprio B-52.

Outra atualização que já foi noticiada em nosso site é a respeito da modernização dos 8 motores Pratt & Whitney T33 do B52H. Na disputa dos novos motores, além dos tradicionais Pratt & Whitney que equipam a aeronave, a GE e a Rolls-Royce também estão estudando novas possibilidades de motorização

B-52H Startofortress na FIDAE 2018

This post is available in: pt-brPortuguês