Faz poucos dias que a Avianca Brasil iniciou seus voos internacionais de longa distância, porém a companhia já espera receber mais aeronaves da família A330, além de receber o A350-900XWB, que no momento somente a LATAM Brasil opera por aqui. E isso é inédito, pois antes a companhia nem cogitava a possibilidade de receber o A350XWB nos próximos anos, mas a lista de aeronaves da companhia já contabiliza 10 encomendas para a mesma.

Apesar disso o José Efromovich assumiu que a encomenda realizada em 2008 não era direcionada para a Avianca Internacional, que tem base na Colômbia, mas sim para a unidade brasileira. Ele nem mesmo cogitou novas rotas que o A350XWB operará no futuro, visto que isso depende das alterações de mercado.

Veja abaixo a tabela feita pela CAPA durante a entrevista com o presidente da Avianca Brasil:

Aeronave Em serviço Encomendadas
Airbus A318-100 7 0
Airbus A319-100 4 0
Airbus A320-200 28 0
Airbus A320-200neo 4 66
Airbus A330-200 2 0
Airbus A330-200F 1 0
Airbus A350-900XWB 0 10
Total: 46 76

Não há nada de errado na tabela, a Avianca Brasil não tem encomendas para o A330-200, visto que a companhia planeja utilizar os aviões já aposentados pela Avianca Internacional, inclusive o 3º A330-200 da Avianca Brasil é uma aeronave ex-Avianca, as encomendas para o A320neo seguem o contrato assinado pela companhia. A novidade master é a encomenda do A350-900XWB.

A entrega dos aviões A350 foi adiada várias vezes, e agora estão programadas para serem entregues em 2020. Efromovich disse à CAPA que os A350 “ainda fazem parte do programa de expansão, mas só nos próximos anos”.

Anteriormente Efromovich já tinha afirmado que os voos internacionais partiam de um pedido da Star Alliance para expandir a conectividade da Avianca Brasil com outras companhias do grupo, inclusive um investimento da United está sendo cogitado pela Avianca, apesar de não ter sido anunciado ainda.

Apesar de não dar nenhuma pista sobre o primeiro voo internacional do A350 pela Avianca, Efromovich disse que o terceiro A330-200 da companhia proporcionará o anúncio de um novo destino internacional ainda neste mês de julho. Vale lembrar que a Avianca Brasil já anunciou voos internacionais para Miami (diário) e Santiago (dois voos diariamente), com partidas de Guarulhos, e o voo Salvador – Bogotá, este último operado com o A319.

O terceiro destino de longa distância internacional da Avianca não deverá ser para a Europa, mas algum local do continente americano.

 

Substituição da frota

Ontem postamos que o quinto A320neo da Avianca Brasil já estava equipado com os motores em Toulouse (França), e na entrevista Efromovich afirmou que a Avianca planeja substituir o A318 pelo A320neo, isso não é novidade, há tempos a Avianca Brasil está sofrendo com a manutenção do A318, e já planejava se desfazer das aeronaves, hoje a maioria delas estão estocadas, para fornecer peças para os aviões que ainda voam.

Depois de realizar isso a Avianca usará os 66 aviões A320neo encomendados para aumentar o número de destinos atendidos na América do Sul e no Brasil. As aeronaves estão sendo “alugadas” por regime de leasing operacional da GECAS, uma divisão da GE Aviation. A Avianca receberá somente o A320neo, sem nenhuma outra variante da família envolvida.

Até o final de 2017 a Avianca Brasil planeja não ter mais nenhum A318 operacional na frota.

 

Via – CAPA (Clique aqui para ver a matéria original)

COMPARTILHAR