image

A Avianca Brasil recebeu a autorização da ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil) para operar pousos em procedimento não visual (IFR) com uso de ILS CAT lll. O tipo de categoria autorizada pela ANAC é a tipo A que possibilita pousos com somente 200 metros de visibilidade, ou altitude maior que 30 metros.

Com essa autorização a Avianca Brasil tornou-se a primeira companhia aérea nacional capaz de operar voos domésticos com essa capacidade. De acordo com a Avianca, foi necessário 4 anos para adaptar a tripulação aos novos procedimentos de voo, que necessitam de maior precisão quando comparado ao CAT ll.

“Essa certificação reduzirá a necessidade de alternarmos ou cancelarmos voos em função do mau tempo. O reflexo será positivo na experiência de viagem de nossos clientes e nos índices de eficiência, regularidade e pontualidade da companhia, que já são excelentes”, afirmou o diretor de Operações de Voo da Avianca Brasil, Norberto Raniero.

No último ano a Avianca Brasil simulou 100 pousos com essa capacidade, para então receber a certificação da ANAC que atesta a capacidade dos tripulantes de realizar tal procedimento em qualquer situação.

COMPARTILHAR