A Avianca Colômbia está tentando se recuperar da sua queda nos lucros, e para isso vai prorrogar a entrega de alguns aviões que receberia entre 2020 e 2022.

“Estamos em negociações avançadas com fornecedores a fim de reacomodar nossa frota existente e nossas encomendas abertas, especialmente aquelas que estão marcadas para serem entregues entre 2020 a 2022”, disse o CEO da companhia, Hernan Rincon.

Dessa forma a Avianca deixará de receber algumas aeronaves dos modelos Boeing 787-9, Airbus A319, A320neo e A321neo. A Avianca receberá esses aviões entre 2023 a 2025.

De acordo com o CEO, a redução nas despesas da companhia chegará a US$ 2 bilhões, somente com essa decisão. Ele ainda ressaltou que a última greve de 2017 forçou a companhia tomar essa atitude, de reformular o plano de renovação da frota.

No primeiro trimestre de 2018 o lucro da Avianca Holdings caiu 83,2% em comparação com o mesmo período do ano anterior, registrando US$ 3,4 milhões. Esse resultado negativo não foi revertido pela companhia mesmo aumentando a ocupação das suas aeronaves, e evitando quedas na demanda.

 

This post is available in: pt-brPortuguês