Hernan Rincon, presidente-executivo da unidade da Avianca na Colômbia, disse recentemente que a Avianca está trabalhando continuamente para tentar assinar uma joint-venture com a United Airlines até o final de 2017.

Apesar desse prazo ser um pouco extenso, para o nível que já está as negociações, a Avianca vai anunciar isso até o final da 1ª quinzena de dezembro. Os trabalhos atuais estão concentrados em conseguir fazer a joint-venture sem restrições dos acionistas minoritários ou governos.



A joint-venture exige a aprovação dos países em que a Avianca opera, inclusive do Brasil, onde a Avianca pretende unir sua unidade colombiana com a Brasileira, para fazer a joint-venture através do grupo Sinergy, que atualmente é acionista majoritário da Avianca.

Um ponto negativo para a parte brasileira é que o acordo com a United fica limitado, devido à falta de um acordo de “céus abertos” entre o Brasil e os EUA.

A fusão entre a Avianca Brasil e a unidade colombiana poderá ocorrer entre dezembro a janeiro.

A Synergy Aerospace é um braço que administra a Avianca Brasil, registrada como Oceanair, e anteriormente Efromovich já tinha afirmado que estava empenhado em realizar a junção da Avianca Colômbia (Internacional) com a Avianca Brasil, para unificar e simplificar as parcerias e administração das duas companhias. As duas participam da Star Alliance.

 

Via – FlightGlobal