A Azul Linhas Aéreas estreou hoje na Bolsa de Valores de São Paulo e já movimentou R$ 2,021 bilhões só na abertura dos papéis. A ação da Azul, que tem código Azul4, foi precificada em R$ 21 na abertura, a faixa indicativa pela companhia era abrir os papéis com um valor entre R$ 19 a R$ 23. Anteriormente a Azul esperava arrecadar entre R$ 1,6 bilhão e a R$ 2,23 bilhões na abertura de capital.

A demanda pelas ações foi quatro vezes maior do que a quantidade ofertada pela companhia, de acordo com o Broadcast, grande parte dessa demanda foi de investidores estrangeiros. A oferta da Azul foi dividida em duas, com Oferta Primária e Oferta Secundária.

 Todo esse dinheiro arrecadado pela Azul será utilizado para pagar dívidas e elevar o capital de giro da companhia. David Neeleman continua como maior acionista da companhia, seguido pela empresa Trip e a companhia aérea chinesa Hainan Airlines.

A alta demanda é uma surpresa para a Azul, que sofreu prejuízos milionários em 2016, com R$ 126,3 milhões de prejuízo líquido. A companhia também teve um prejuízo líquido de R$ 1,074 bilhão em 2015. 

This post is available in: pt-brPortuguês