Muitos passageiros odeiam turbulência em voo, mas quando sua ilha está sendo evacuada, antes de ser atingida por um furacão categoria 4, você não tem muita opção para escolher.

Os assentos extras da Delta estão plenamente em vigor, pela menos desde quarta-feira desta semana, e no caso desse vídeo abaixo vemos como isso funciona. A companhia americana mandou um Boeing 737-900ER para cumprir a rota de Nova York para San Juan, fazendo o voo no dia 6 de setembro, esse seria o último voo antes da passagem ligeira do furacão pelo local.



Tudo foi bem cronometrado, uma equipe da companhia tinha a previsão meteorológica e também a do furacão, mesmo assim a aeronave precisou fazer vários desvios de rota, para fugir das formações pesadas de um furacão. A equipe de solo tinha um tempo cronometrado para liberar o avião, qualquer atraso poderia interferir diretamente na capacidade de liberação do voo, e ele poderia ficar retido em solo.

Todo o processo da chegada da aeronave até ela assumir outro voo levou apenas 52 minutos, um tempo bastante curto para voos internacionais. Na saída o avião evitou as grandes formações através de um braço do furacão que estava completamente livre de nuvens pesadas, garantindo o conforto e segurança a bordo.

 

Veja abaixo o Boeing 737 fazendo o voo DL302, de San Juan para Nova York: (Vídeo via – wladimircastro/Miami Herald)