Ontem aconteceu algo bem curioso nos céus americanos, um Boeing 737 MAX da frota de testes com matrícula N8704Q, decolou de Renton para fazer um “desenho” nos céu dos Estados Unidos.

Radares do tipo ADS-B ajudaram captar a aeronave que sobrevoou dois estados para escrever a letra MAX, como na imagem acima. Sites como o FlightRadar 24 e Flight Aware mostraram e gravaram toda a rota da aeronave, que escreveu perfeitamente a letra MAX, em alusão a 4ª geração do 737, no céu dos Estados Unidos.

Foto – Divulgação/Reprodução

Em seu twitter a Boeing escreveu, “O # 737MAX está mostrando sua autonomia e eficiência em um teste de 9 horas, e se divertindo enquanto está fazendo”.

A empresa também ressaltou antes do teste, em seu Twitter, que o Boeing 737 MAX é capaz de voar 1100 km a mais do que a geração anterior NG, graças a economia de até 20% no consumo de combustível.

Semanas atrás o Boeing 737 MAX também surpreendeu ao supostamente, fazer uma decolagem com alto ângulo de inclinação, do mesmo jeito que a Boeing realizou com o 787 para demonstrar o potencial da aeronave. Na ocasião a aeronave estava realmente decolando com um ângulo acima do comum, mas nunca acima de 50º.

Foto – Boeing/Reprodução

O 737 MAX está nos momentos finais do seu programa de testes, a Boeing espera receber o certificado de tipo da aeronave ainda no primeiro semestre de 2017. A frota de testes para voos é composta por 5 aeronaves. No Brasil somente a GOL Linhas Aéreas tem encomendas para o 737 MAX.

 

Veja uma GIF animada do voo que o 737 MAX fez:

COMPARTILHAR