Foto - United Airlines/Reprodução

Hoje, a United Airlines voou pela última vez com uma aeronave Boeing 747, o jumbo com a silhueta inconfundível que até hoje é um sinônimo de voar.

Essa foi uma recriação do primeiro voo comercial operado pela companhia com o Boeing 747, que ocorreu em 1970, o avião original tinha o apelido de “Friend Ship”, a United aproveitou para usar o mesmo nome para o voo de despedida, tornando a viagem ainda mais nostálgica e com um gosto de tristeza.

Os assentos para este voo foram vendidos em menos de 90 minutos quando esta celebração de despedida foi anunciada em setembro.

Os passageiros esperavam ansiosos pelo embarque no último voo do Jumbo, muitos com roupas típicas dos anos 70, para reviver ao máximo aquilo que relembrava o primeiro voo, outros estavam até mesmo com um boné do 747. A United preparou uma comemoração especial para esse momento, 

Os tripulantes recepcionaram os passageiros com roupas retrôs, uniforme semelhante ao utilizado pela companhia nos anos 70. Até o polêmico CEO da United participou, Oscar Munoz estava conferindo o cartão de embarque de cada um dos 300 passageiros, depois de anunciar o embarque junto com o Comandante David A. Smith, que seria responsável pelo avião no decorrer do dia.

Exatamente às 11 horas da manhã o Boeing 747-400, de matrícula N121UA, estava preparado para iniciar o taxiamento no Aeroporto Internacional de San Francisco (SFO), saindo do Gate 86.

Foto – United Airlines

Minutos mais tarde, depois do taxiamento, os quatro motores do N121UA aceleraram na cabeceira da pista 28R-10L para cumprir as últimas horas de voo do 747, cerca de 47 anos, 3 meses, 2 semanas e 1 dia depois que o primeiro 747 da companhia aérea voou em 1970. O número do voo era clássico, UA747.

O serviço de bordo oferecido pela United beirou a perfeição, recriaram o requinte de antigamente, com muita comida disponível até para a renegada classe econômica. O cardápio respeitava uma preferência “tropical” de quem estava rumo ao Havaí.

Centenas de entusiastas da aviação, funcionários das companhias aéreas, mídia e outros viajantes estavam a bordo, participando deste voo. Para tornar a experiência ainda maior, a United reservou o convés superior para que todos apreciassem a visão privilegiada durante o voo de aproximadamente 6 horas.

Ainda no voo os passageiros ganham um kit personalizado sobre o último voo, com vários brindes temáticos.

Quando chegou em Honolulu às 15h06, no Havaí, o Boeing 747 foi saudado por um tradicional batismo, ao encostar no gate desligou seus motores e os pilotos anunciaram que aquilo era o fim de uma era para a United. O 747 não voltará a ligar os seus motores para transportar passageiros pela United.

A aeronave foi saudada por uma tradição havaiana, colocaram um enorme colar de flores no 747.

Foto via – Hawaii DOT‏/Twitter

Os 374 assentos do Boeing 747-400 da United por muitas vezes transportaram passageiros diretamente de São Francisco para cidades estratégicas na Ásia, como Pequim, Hong Kong, Taipei, Tóquio/Narita e Seul/Incheon. O foco do Jumbo da companhia americana nos últimos anos esteve nessas cidades apresentadas.

Na alta temporada o Boeing 747 fazia algumas rotas domésticas de longa distância estratégicas, para evitar que a frota ficasse muito tempo em solo.

 

Veja a história do Boeing 747 na United ao longo dos anos:

13 de abril de 1966 : A Boeing anuncia que construirá o 747, com capacidade para até 490 passageiros. A construção começou em junho, em uma nova fábrica em Everett, Washington.

3 de janeiro de 1967 : Os primeiros trabalhadores de produção do 747 chegam em EverettOs 50000 que produziriam o maior avião civil do mundo eram conhecidos como The Incredibles, e ganharam o rótulo trazendo o sonho do Jumbo Jet para o mundo real em apenas 16 meses.

30 de setembro de 1968 : O primeiro Boeing 747-100, City of Everett , é finalmente lançado, pintado com as insígnias das 27 companhias aéreas que já encomendaram a aeronave, incluindo a United, na época a Pan Am era cliente de lançamento.

Foto – Boeing/Reprodução

9 de fevereiro de 1969 : O Boeing 747-100 faz seu primeiro voo.

21 de janeiro de 1970 : O Boeing 747 fez seu primeiro voo comercial de Nova York para Londres, com as cores da Pan American World Airways.

26 de junho de 1970 : A Continental Airlines, hoje uma companhia absorvida pela United, se tornou uma das primeiras operadoras a colocar o Boeing 747 no serviço doméstico dos EUA, voando de Chicago para Los Angeles, e depois para Honolulu .

26 de junho de 1970 : A United Airlines recebe seu primeiro Boeing 747-100 com uma cerimônia de batismo luxuosa.

Foto – United Airlines/Reprodução

23 de julho de 1970 : A United faz seu primeiro voo comercial com o Boeing 747, através de uma viagem entre São Francisco e Honolulu.

22 de abril de 1985 : A United anuncia seu plano de aquisição das rotas da Pan Am, bem como 11 aviões do modelo Boeing 747SP.

Junho de 1989: A United Airlines recebe seu primeiro Boeing 747-400, que oferece maior alcance e modernidade.

28 de junho de 2014 : A Boeing entrega o 1500º 747 fabricado. O 747 é o primeiro avião de dois andares do mundo que atingiu o marco de 1500 unidades produzidas.

11 de janeiro de 2017 : A United anunciou que vai aposentar a frota Boeing 747-400 no último trimestre de 2017.

28 de julho de 2017 : United agenda um voo doméstico especial de Chicago O’Hare para São Francisco para permitir que mais pessoas voem na aeronave que é a Rainha dos Céus.

29 de outubro de 2017 : United faz seu último voo internacional com o 747, de Seul para São Francisco .

7 de novembro de 2017 : A United termina o processo de aposentadoria do Boeing 747.

 

Substitutos

Foto – United/Divulgação

Na United o Boeing 747-400 deverá ser substituído por um conjunto de Boeing 777 e Boeing 787, o Boeing 777-300ER tem capacidade bem semelhante ao 747-400.

Já a Delta está substituindo o 747-400 pelo Airbus A350-900XWB, este último com capacidade para 306 passageiros. Atualmente o Boeing 747-400 da Delta tem capacidade para 376 passageiros.

As duas programaram a aposentadoria do 747-400 para 2017. Até 2018 não haverá companhias americanas operando um 747 em voos regulares de passageiros.

 

COMPARTILHAR