A Boeing apresentou nesta semana um possível novo produto, já mirando o mercado de entregas de cargas, como o serviço lançado pela Amazon (em fase de testes). Além disso a Boeing espera usar essa mesma tecnologia para um veículo de passageiros no estilo eVTOL.

O drone tem uma configuração comum de oito motores com hélices, formando um quadricóptero, ele pousa e decola na vertical, mas consegue se movimentar na horizontal assim como um drone da DJI, conhecido por todos. O equipamento tem 4,57 metros de comprimento; 5,49 de largura e 1,22 de altura, ao todo pesa 339 kg, sem carga, mas pode levantar até 226,8 quilos de carga.

A divisão Boeing HorizonX, através do instituto de pesquisa Boeing Research & Technology, liderou o desenvolvimento do protótipo CAV. As tecnologias desenvolvidas nesse protótipo permitirão também um veículo eVTOL no futuro desenvolvido pela Aurora, atualmente uma subsidiária da Boeing que foi comprada recentemente, além de uma aeronave cargueira nesse estilo.

Como é um protótipo podemos visualizar algumas partes expostas, como as 6 baterias, sendo que são 3 de cada lado do drone, elas se localizam entre as garras que servem para apoiar o drone no chão.

As baterias são recarregáveis e montadas pela Boeing, com tecnologia própria, para diminuir o espaço ocupado e maximizar a capacidade de reter energia, logicamente para propulsionar o protótipo por mais tempo.

O protótipo foi construído em três meses, por enquanto não temos informações padronizadas sobre a potência dos motores, autonomia ou capacidade da bateria. Mas a Boeing disse que os engenheiros estimam algo entre 16 a 32 km de raio de ação.

This post is available in: pt-brPortuguês