A Boeing assinou hoje dois contrato com grupos do mercado de transporte de cargas.

O Grupo Volga-Dnepr optou por encomendar cinco aviões 747-8F, o maior avião cargueiro produzido em série atualmente. Enquanto isso a Cargo Logic Holding assinou uma carta de intenção com finalidade de encomendar 29 aviões 777F.

O Grupo Volga-Dnepr disse que queria adicionar mais cargueiros à sua frota, e firmou o compromisso de comprar mais cinco jatos, avaliados em US $ 2 bilhões nos atuais preços de tabela.

Já o contrato da Cargo Logic Holding é avaliando em US$ 9,8 bilhões, a empresa quer melhorar seus custos ao utilizar um avião bimotor com grande autonomia para o transporte de cargas.

O pacote de acordos também inclui o compromisso de ambas as empresas de explorar outras soluções de carga, como a nova produção de cargueiros 767 ou aviões de carga convertidos, como o 737-800 Boeing Converted Freighter.

A Boeing incluiu no contrato os seus serviços de manutenção e gerenciamento de frota da divisão Boeing Global Services.

De acordo com a Boeing, no ano passado o mercado global de carga aérea cresceu 9%, mais do que o dobro da taxa de crescimento projetada anteriormente, de cerca de 4,2%.

Em janeiro de 2018, o crescimento acima da tendência continuou com um aumento de 8% na demanda.

O 777 Freighter é baseado no avião de passageiros 777-200LR e pode voar por 9070 quilômetros com uma carga de 112 toneladas.

This post is available in: pt-brPortuguês