News Outros

Boeing estima 248 mil novos pilotos para o continente asiático

A Boeing prevê que mais de 500 mil novos pilotos e técnicos serão contratados na Ásia durante os próximos 20 anos.

A fabricante americana antecipa que essa demanda será impulsionada pelo grande número de entregas de aeronaves para a região. No total 248 mil pilotos serão contratados até 2035, um aumento substancial quando comparado diretamente com a previsão do ano passado, que exigia 226 mil pilotos até 2035.

Ao mesmo tempo que a Ásia precisa de mais pilotos, ela também precisará de mais técnicos em manutenção, ao todo cerca de 248 mil mecânicos serão contratados nas próximas décadas.

O país com maior influência na contratação será a China, que exigirá 111 mil pilotos e 119 mil técnicos. O Sudeste da Ásia vem em segundo lugar, com a exigência de 62 mil pilotos e 67 mil técnicos. Há também a previsão que o Sul da Ásia exigirá 41 mil pilotos e 39 mil técnicos e o Nordeste da Ásia precisará de 21 mil pilotos e 26 mil técnicos até 2035.

“A demanda por novos pilotos é impulsionada principalmente pelas novas entregas de aviões e a composição da frota, enquanto a nova demanda de técnicos é impulsionada principalmente pelo crescimento da frota”, disse a Boeing.

A Boeing também espera que exista a necessidade de 15 mil novas aeronaves, avaliadas em US $ 2,35 trilhões, na região da Ásia durante os próximos 20 anos.

 

Fonte – FlightGlobal

About the author

Redação Aeroflap

Redação Aeroflap

Newsletter

[newsletter_signup_form id=1]

Facebook

Em busca de hotel?


Share This