A Boeing anunciou que o mercado de aviação necessitará de 617000 novos pilotos para os próximos 20 anos, e também 679000 novos mecânicos, esses números foram baseados na última estimativa de demanda para o mercado de aeronaves, apresentada durante o Farnborough Airshow. O aumento da demanda na América do Norte e na Europa está impulsionando a necessidade de mais pilotos, enquanto o envelhecimento dos tripulantes em diversos países impulsionou a estimativa da Boeing.

Durante o Farnborough Airshow 2016 a Boeing apresentou sua estimativa de demanda para os próximos 20 anos, no total 39620 novos aviões serão fabricados para suprir a demanda, com um valor total de US$ 5,9 trilhões.

Pela primeira vez neste ano a Boeing também divulgou uma perspectiva sobre os comissários de bordo para os próximos 20 anos, ao todo o mercado precisará de 814000 novos comissários de bordo, ou cerca de 40000 por ano. De acordo com a perspectiva da Boeing, o número de vagas no mercado de trabalho para pilotos pode subir 10,5% por ano, enquanto o mercado para os técnicos em manutenção pode subir 11,5% por ano.

A Boeing também prevê uma rápida recuperação em Cuba, além de uma expansão no México, ao todo a América do Norte precisará de 112000 novos pilotos, de acordo com a estimativa da Boeing. Ao mesmo tempo a Europa irá exigir 104000 novos postos de trabalho para pilotos.

Enquanto esses dois mercados combinados terão 216000 novos pilotos, a região da Ásia e Pacífico como exigirá 248000 novos pilotos, ou 40% da procura global, para apoiar o crescimento da frota a Ásia também precisará de 268000 novos técnicos.

“Quando você colocar todos os fatores juntos, você vê a necessidade de 2,1 milhões de pessoas para apoiar o crescimento da frota mundial”, disse Sherry Carbary, vice-presidente da Boeing Flight Services, em uma teleconferência para discutir as perspectivas de mercado.

A Boeing Flight Services, que opera 15 campos de formação, está focada em garantir que haja um aumento constante no mercado de trabalho para tripulantes e técnicos, disse Carbary. O centro de treinamento da Boeing também acredita no aumento salarial ao longo dos anos, assim que a quantidade de tripulantes formados diminui.

 

Confira abaixo uma tabela completa sobre a demanda para novos pilotos, técnicos e tripulantes de cabine:

RegiãoNovos PilotosNovos técnicosNovos tripulantes de cabine
Asia-Pacífico248,000268,000298,000
Europa104,000118,000169,000
América do Norte112,000127,000151,000
América Latina51,00050,00051,000
Oriente médio58,00066,00092,000
África22,00024,00027,000
Rússia22,00026,00026,000

This post is available in: pt-brPortuguês