A Boeing confirmou que adicionou mais duas encomendas para a versão 747-8i, o 747 para transporte de passageiros, através de pedidos da Força Aérea dos EUA. Esses novos aviões serão os Air Force One na USAF, que fazem especificamente o transporte do Presidente dos Estados Unidos.

A Boeing conseguirá um desconto através do aproveitamento de duas aeronaves 747-8 que teriam a Transaero como destino, mas a companhia aérea da Rússia faliu antes mesmo de receber as aeronaves. Depois de retirar os 747 da estocagem, a Boeing equipará as aeronaves com os sistemas solicitados pela USAF.



A compra dos novos Air Force One foi barrada pelo presidente Trump após uma análise de gastos com a aeronave. Trump relatou que o desenvolvimento do novo Air Force One custaria mais de 4 bilhões de dólares, incluindo a entrega de 2 aeronaves 747-8 com os sistemas de defesa.

Assim a Boeing acumula 135 pedidos para o 747-8, sendo 47 para a versão de transporte de passageiros. Cerca de 20 aeronaves ainda estão com entrega pendente, incluindo 14 cargueiros da UPS.

Atualmente a Força Aérea Americana usa dois aviões Boeing 747-200B com modificações para o transporte principal do presidente norte-americano. A USAF ainda tem um Boeing 757 presidencial para atender voos para aeroportos de menor porte.