A Boeing iniciou a montagem final da aeronave 787-10, a maior variante da família 787 Dreamliner, na fábrica de North Charleston na Carolina do Sul. As primeiras seções de fuselagem foram recebidas nesta quarta-feira (30/11) 

Uma cerimônia foi realizada com a presença de funcionários da Boeing, as estruturas da fuselagem foram deslocadas para dentro do prédio que realiza a fabricação. A terceira seção, a fuselagem dianteira, está sendo feita no Spirit Aerosystems em Wichita, Kan., e chegará em breve ao centro de fabricação de North Charleston.

Foto - Boeing
Foto – Boeing

As três partes da fuselagem serão montadas para seguir a previsão de fazer o primeiro voo do Boeing 787-10 em 2017. A primeira entrega deverá ocorrer em 2018. Até o momento a Boeing já certificou duas versões do 787 Dreamliner, a 787-8 e a 787-9.

“É um dia emocionante para ver essa aeronave em vida”, disse Joan Robinson-Berry, vice-presidente e gerente geral da Boeing South Carolina. “Eu amo aviões, por isso este é um grande dia para mim.”

Foto - Boeing
Foto – Boeing

Embora os modelos anteriores, 787-8 e 787-9, sejam construídos em North Charleston e em uma segunda unidade da Boeing em Everett, o 787-10 será construído exclusivamente pela Boeing de Carolina do Sul, isso porque o tamanho da fuselagem é demasiado grande para realizar o longo transporte para Everett.

“Este é um dia marcante para a empresa, o Estado e da região”, disse Darrel Larson, o líder de integração para o programa do Boeing 787-10. “Este avião só será construído aqui em North Charleston. As peças continuarão com sua produção em outros locais do planeta, mas o 787-10 só vai voar primeiro em North Charleston.”

Boeing_787_777_family_vs_Airbus_A330_A350_family

A Singapore Airlines receberá o primeiro 787-10 de acordo com algumas fontes da Boeing, toda a família Dreamliner tem até 95% de comunalidade entre si. O 787-10 pode transportar até 330 passageiros e é o Dreamliner mais caro, com preço de lista de US$ 306,1 milhões, embora os compradores normalmente negociam descontos durante a compra.

Até essa data, o 787-10 Dreamliner recebeu 154 pedidos firmes de nove clientes: Air France-KLM (7 com motores GE), Air Lease Corporation (30 com motores GE), All Nippon Airways (3 com motorização Rolls Royce) British Airways (12 com motorização Rolls Royce), Etihad Airways (30 com motores GE), EVA Air (18 com motores GE), GECAS (10 com motores GE), Singapore Airlines (30 com motorização Rolls Royce) e United Airlines (14 com motores GE).

Foto - Boeing
Foto – Boeing

A Emirates já relatou que planeja comprar mais de 100 unidades do Boeing 787-10 Dreamliner, caso necessite substituir suas aeronaves depois de 2020. Ao todo, foram 1208 pedidos para a família Dreamliner da Boeing, com o 787-9 respondendo por mais da metade dessas vendas, o 500º Dreamliner deverá ser entregue em dezembro deste ano, para a Air France.

COMPARTILHAR