A Boeing recebeu recentemente 30 encomendas para a aeronave 737 MAX vindas da companhia Iran Aseman, que opera no Irã. O valor total do contrato, que foi assinado em Teerã, é de 3 bilhões de dólares, quando considerado o preço de tabela.

O contrato ainda aguarda a aprovação do presidente norte-americano Donald Trump, que poderá reverter o acordo de retirada de sanções estabelecido em 2015, quando a Casa Branca concordou em fornecer itens de alto tecnológico para o país, desde então o Irã está trabalhando para renovar sua frota de aeronaves, com a encomenda de 100 aviões da Airbus, 40 da ATR e a assinatura de um contrato de interesse com a Boeing para 80 aviões.

Caso o contrato for aprovado pela OFAC (agência americana de controle de ativos estrangeiros) as aeronaves serão entregues entre 2022 a 2024. Enquanto isso a Boeing insiste que as encomendas da Aseman ajudam na criação de 18 mil empregos nos EUA.

 

*Em Abril ocorreu a assinatura de um contrato de intenção de compra. Neste sábado, em Teerã, o contrato final dessa encomenda foi assinado.

This post is available in: pt-brPortuguês