A FAA concedeu ontem o Certificado de Tipo para o novo avião-tanque da Boeing, o KC-46. Esse novo certificado é baseado em uma alteração do Boeing 767, criando a versão chamada internamente de 767-2C.

Com o certificado de tipo emitido para o Boeing KC-46, a fabricante americana atestou que o avião é seguro e confiável para entrar em serviço militar como avião-tanque.



Para receber a certificação, a equipe da Boeing completou uma série de análises e testes em laboratório, terra e voos que se concentraram nas capacidades fundamentais da aeronave, incluindo a aviônica, controle automático e controle ambiental de sistemas, bem como o seu novo sistema de combustível. Os dados resultantes validados que todos os sistemas operaram como pretendido, durante as mais de 2000 horas de voos que os protótipos enfrentaram, além de rígidos testes em solo.

📷©Boeing

“O avião-tanque KC-46 é protegido por várias tecnologias de proteção e blindagem projetadas para a aeronave para negar quaisquer efeitos externos”, disse Mike Gibbons, vice-presidente e gerente de programas da Boeing KC-46.

Recentemente a Boeing fez o primeiro voo de um KC-46 destinado à Força Aérea dos Estados Unidos (USAF), e vai encaminhar em breve aeronave para a primeira entrega. 

A Boeing planeja fabricar cerca de 179 aviões de reabastecimento em voo baseados no Boeing 767, que na Força Aérea dos EUA é modificado para a versão KC-46A.

O KC-46 irá reabastecer as aeronaves militares norte-americanas, aliadas e de coalizão, usando seus sistemas de boom e mangueira. O boom permite que o avião-tanque transfira até 4550 litros de combustível por minuto, enquanto os sistemas de mangueira e de drogue do avião, localizados tanto nas asas do avião quanto na fuselagem, permitem que o KC-46 reabasteça aeronaves menores com até 1510 litros de combustível por minuto.

Ao todo o KC-46A é equipado com quatro mangueiras de reabastecimento, sendo duas localizadas na cauda e outras duas nas pontas das asas. Os sistemas de voo e comunicação foram atualizados. A aeronave também é capaz de transportar cargas ou passageiros, e até os dois ao mesmo tempo, aumentando a sua versatilidade na Força Aérea Americana.

O KC-46A é uma nova aeronave projetada para a USAF, ela substituirá parte dos KC-135 Stratotanker que são baseados no Boeing 707 (Dash 80). Com a nova aeronave os EUA conseguirão ter um reabastecedor com maior autonomia de voo, maior capacidade de transferência de combustível e também maior economia, visto que o projeto mais atualizado do KC-46A diminui os custos de cada voo.