A USAF (Força Aérea dos EUA) concedeu hoje à Boeing US$ 2,1 bilhões para o terceiro lote de aviões-tanque KC-46A. Este lote é composto por 15 aeronaves KC-46A, motores de reposição e kits para Revo (Reabastecimento voo). Este pedido é o terceiro lote de produção inicial de baixa taxa da Boeing. Os dois primeiros vieram em agosto de 2016 e incluíam 7 a 12 aviões, respectivamente, bem como peças sobressalentes.

A Boeing planeja fabricar cerca de 179 aviões de  reabastecimento em voo baseados no Boeing 767, que na Força Aérea dos EUA é modificado para a versão KC-46A, este avião irá substituir a frota de aviões-tanques antigos. As entregas dos aviões- tanque começarão ainda este ano.

A Boeing recebeu um contrato inicial em 2011 para projetar e desenvolver o avião-tanque de próxima geração da Força Aérea. Como parte desse contrato, a Boeing construiu quatro aviões de teste – dois configurados como 767-2C e dois como “petroleiros” KC-46A. Essas aeronaves de teste, juntamente com o primeiro avião de produção, completaram quase 1500 horas de voo até o momento.

Outro fato marcante no programa KC-46 é colocar uma ordem de 15 aviões disse o então Coronel John Newberry, gerente de programa do Sistema KC-46, ele disse ainda que está animado para o sucesso do programa em gerações futuras.

O KC-46, é um multi avião que tem capacidades de reabastecer todos os aviões militares aliados e de coalizão aptos aos procedimentos de Revo internacionais, além de transportar passageiros e cargas.

 

 

COMPARTILHAR