Aeronaves News

Boeing avança com os testes e o projeto do avião-asa

A Boeing está novamente testando um de seus conceitos inovadores, um avião de grande porte em formato de asa.

Tudo começou com o andamento do teste em um protótipo no túnel de vento subsônico da NASA, no Langley Research Center. Os pesquisadores da Boeing e NASA estão utilizando um modelo de aeronave em escala reduzida em 94%, ou seja, se a aeronave real tiver 80 metros de asa o protótipo em escala tem 4,8 metros. O objetivo dos testes no túnel de vento subsônico é mapear o fluxo de ar no avião usando lasers e fumaça, combinados com uma técnica conhecida como velocimetria de imagens de partículas.

Se o tempo permitir, os testes serão realizados para medir a eficácia de várias superfícies de controle em um avião-asa. Esses dados serão comparados com e complementarão o conjunto de dados recolhidos ao longo dos últimos dois anos no túnel subsônico da NASA em Ames Research Center, na Califórnia.

“Testando o mesmo avião em dois túneis muito diferentes nos fornece dados para melhorar os nossos métodos de ensaio”, disse Dan Vicroy, um dos principais pesquisadores da NASA Langley.

“Nossos testes são uma continuação de mais de duas décadas de pesquisa e desenvolvimento deste conceito, que não tem uma aeronave de sucesso na indústria “, disse John Bonet, diretor de testes da Boeing para a BWB. “O que podemos aprender com esta rodada de testes serão utilizadas para completar a definição da nossa aerodinâmica, estabilidade e controlar bancos de dados de baixa velocidade, um marco importante no desenvolvimento da tecnologia do conceito.”

O conceito BWB da Boeing é único no mundo para aplicações na aviação comercial, de forma que renuncia o atual esquema de fuselagem e asa dos aviões de hoje. Dessa forma a aeronave combina a cauda triangular com as superfícies de comando da asa para criar seus controles e mesmo assim ser estável durante o voo.

Boeing vê potencial para uma aeronave do tipo Avião-Asa ser desenvolvida nos próximos 10 anos como uma inovação no transporte em velocidades abaixo do som (menor que Mach 1), e possivelmente fornecer variantes para o transporte militar, reabastecimento aéreo, e também para o transporte comercial aéreo, disse John Dorris III, Gerente Sênior de Mobilidade na Boeing.

A Boeing já realizou diversos testes com uma variante chamada de X-48, não tripulada e capaz de pousar e decolar. O X-48 faz parte do programa BWB, para desenvolver um novo modelo de Avião-Asa, e para isso a Boeing está obtendo apoio da NASA para avançar no desenvolvimento do projeto.

“Acreditamos que nosso corpo de trabalho, tanto em design, teste e engenharia, é tecnicamente superior quando comparado a outros modelos no mercado”, disse Naveed Hussain, Vice-Presidente do setor de Tecnologia Aeromecânica na Boeing. “O BWB está mostrando um grande potencial em eficiência estrutural, aerodinâmica e no operacional, bem como a capacidade de ser mais eficiente no consumo de combustível e mais silencioso em relação aos projetos mais tradicionais de aeronaves.”

About the author

Redação Aeroflap

Redação Aeroflap

Newsletter

[newsletter_signup_form id=1]

Facebook

Em busca de hotel?


Share This