Aeronaves Não categorizado News

Bombardier completa voos de teste do CSeries

20150804_ftv5_montrealtrudeau_hr-150374_en e

A fabricante canadense Bombardier anunciou ontem que os voos de testes necessários para a certificação do CSeries foram concluídos, a aeronave apta a receber certificação é a Cs100, a menor versão da família de aeronaves de nova geração.

A certificação está a cargo da Transport Canada. De acordo com Colin Bole, gerente de vendas de aeronaves comerciais e ativos na Bombardier, “Há um monte de papelada que já foi processada e há um monte de papelada que ainda precisa ser processada para a certificação, porém nós estamos seguindo o nosso objetivo de ter a certificação oficial até o final deste ano.”

O CS100 está programado para entrar em serviço com companhia aérea Swiss no primeiro semestre de 2016. Com os testes de voo para certificação concluídos, o próximo passo será utilizar uma aeronave CS100 para simular operações aéreas. Bole disse a repórteres que o CS100 está “melhor do que o que nós esperávamos” em todos os aspectos do programa de testes em voo. A Bombardier declarou que a  certificação seu irmão maior, o CS300, será concretizada até 6 meses depois de o CS100 receber a sua certificação.

CS300 em testes....
CS300 em testes….

Entre os testes que estão sendo realizados pelo CSeries ultimamente é o ensaio de voo em rota, no programa consta que a aeronave terá que fazer voos em rotas aéreas normais que são utilizadas pelas companhias do Canadá, EUA e Europa, ao todo são 15 ensaios de rota no Canadá e 20 nos EUA, logo após será realizado os mesmos testes na Europa.

O CSeries é um jato de nova geração na categoria de 100-150 assentos, ele é propulsionado pelos motores Pratt & Whitney PW1500G e em suas características promete ser até 20% mais eficiente do que a geração atual no mercado. Ele é composto de duas famílias de aeronaves, a CS100 transporta até 110 passageiros em uma configuração de fileiras 3-2, enquanto o CS300 transporta até 135 na mesma configuração. A aeronave incorpora comandos Full Fly By Wire e estrutura utilizado materiais compostos, o que diminui o peso da aeronave.

Recentemente em seus testes a Bombardier descobriu um alcance de 648km maior que o previsto no CS100, totalizando assim 6112km de alcance. O CSeries já tem 603 encomendas sendo 243 pedidos fixos.

About the author

Pedro Viana

Pedro Viana

Acadêmico de Engenharia Aerospacial - Editor de foto e vídeo - Fotógrafo - Aeroflap

Newsletter

[newsletter_signup_form id=1]

Facebook

Em busca de hotel?


Share This