A China Eastern Airlines assinou um acordo para a compra de 20 aeronaves Airbus A350-900 e 15 Boeing 787-9, como parte de um programa de modernização da frota de longo curso. A companhia aérea diz, em comunicado para a bolsa de valores de Xangai, que as entregas do A350XWB será realizada entre 2018 até 2022. Dois aviões chegarão em 2018, três em 2019 e dois em 2020, e os 13 restantes no ano seguinte.

Junto a China Eastern acrescentou que os Boeing 787 serão entregues no mesmo período, sendo que 4 vão ser recebidos em 2018, seis em 2019 e cinco nos anos seguintes. Todos os A350 são exclusivamente movidos por motores Rolls-Royce Trent XWB, para o Boeing 787 ficou em aberto a opção de escolha de quem será o fornecedor do motor.

A renovação de longo curso restaura um compromisso de 2011, em que a China Eastern precisou cancelar uma ordem de Boeing 787 para realizar uma de aeronaves 737, que no momento se adequava melhor a sua frota. O projeto de modernização da companhia aérea chinesa é retirar 12 Airbus A330 e 6 Boeing 767 de sua frota nos próximos anos.

O valor total está avaliado próximo dos 10 bilhões em valor de tabela, sendo US$ 6 bilhões para o A350XWB e US$ 3,9 bilhões para o 787 Dreamliner.

COMPARTILHAR