A demanda por voos domésticos cresceu pelo sétimo mês consecutivo, em setembro, ao registrar variação positiva de 6,6%, em relação ao mesmo mês do ano passado. Em termos absolutos, os 7,5 bilhões de passageiros-quilômetros transportados (RPK) no período representam o melhor resultado para qualquer mês de setembro na base de acompanhamento da ABEAR, iniciada em 2012, e em toda a série completa da ANAC, que recua a 2000. Esse desempenho permite ao setor continuar a trajetória de crescimento do ponto em que ela foi interrompida.

Ao todo, foram transportados 7,5 milhões de passageiros nos voos dentro do país em setembro, mais de 500 mil embarques sobre o mesmo mês do ano anterior (alta de 8%). No 3º trimestre de 2017, a aviação doméstica já transportou mais de 1 milhão de passageiros do que de julho a setembro do ano passado (alta de 4,6%).

Nas demais indicadores, a oferta registrou o terceiro crescimento consecutivo, com alta de 2,9% em relação a setembro de 2016, e o fator de aproveitamento dos voos ficou em 83,00%, recorde histórico para o mês (alta de 2,89 pontos percentuais). Os números da ABEAR são a consolidação das estatísticas das empresas Avianca, Azul, GOL e LATAM e se referem a mais de 99% do mercado doméstico.

Participação do mercado doméstico em setembro de 2017:

  • GOL: 35,75%
  • LATAM: 33,36%
  • AZUL: 17,72%
  • AVIANCA: 13,18%

Acumulado do ano

De janeiro a setembro, a demanda acumula crescimento de 2,49%, com aumento de 1,17% na oferta e fator de aproveitamento em 81,05% (alta de 1,05 ponto percentual). No total, são 88,7 milhões de passageiros transportados até agora em 2017, crescimento de 1,80% ante igual período de 2016.

Participação do mercado doméstico no acumulado de 2017:

  • GOL: 36,12%
  • LATAM: 32,74%
  • Azul: 18,20%
  • Avianca: 12,93%

 

Mercado de voos internacionais

No mercado internacional, LATAM mantém a dianteira entre as brasileiras.

Em relação às operações internacionais, as estatísticas das companhias aéreas associadas da ABEAR abrangem hoje aproximadamente 30% do mercado. A parcela restante é detida por empresas de bandeira estrangeira.

Em setembro, a demanda por voos internacionais entre as aéreas brasileiras cresceu pelo 12º mês consecutivo, com alta de 17,19% em relação a igual mês de 2016. Já a oferta teve aumento de 18,51% na mesma base de comparação, com 85,87% de aproveitamento das operações, recuo de 0,97 ponto percentual. Foram transportados 713 mil passageiros, uma expansão de 10,72% ou 101 mil pessoas a mais do que setembro do ano passado.

Participação do mercado internacional em setembro de 2017 (entre as empresas brasileiras):

  • LATAM – 73,41%
  • Azul – 11,36%
  • GOL – 10,39%
  • Avianca – 4,84%

Acumulado do ano (Internacional)

De janeiro a setembro, a demanda por voos internacionais acumula crescimento de 13,7%, na comparação com o mesmo período de 2016, com aumento de 10,9% da oferta e alta de 2,1 ponto percentual no fator de aproveitamento das operações, para 85,28%. O total de passageiros transportados alcança 6,2 milhões, expansão de 12,08%.

As estatísticas de oferta, demanda e volume de passageiros transportados são todas recorde para o mês de setembro. De forma geral, 2017 caminha para ser o melhor ano do transporte internacional entre as empresas brasileiras de toda a história.

 

Cargas

Foto – LATAM/Reprodução

A aviação doméstica movimentou 29,9 mil toneladas de cargas em setembro, alta de 8,62% sobre o ano anterior.

No mercado internacional as 20,3 mil toneladas movimentadas no mês representam crescimento de 43,86% na mesma base de comparação.

No acumulado do ano a atividade cargueira aérea doméstica avança 8,07% enquanto o mercado internacional tem alta de 26,79% sobre igual período de 2016. As estatísticas de carga incluem as operações das associadas Avianca, Azul, GOL, LATAM e LATAM Cargo.

 

Via – ABEAR

COMPARTILHAR