Com certeza você já deve ter feito essa pergunta a si mesmo ou alguém mais velho da sua família, e por mais detalhada que seja a resposta sempre fica aquele ar de nostalgia e ainda um pouquinho de curiosidade.

Então nós da Aeroflap fomos encher o saco do tio Google, que sabe de quase tudo, e dos avós de cada um para conseguir saber detalhadamente como era voar lá na década de 70.

Afirmamos com toda convicção que voar naquela época era bem mais caro do que imaginamos, já era complicado e caro realizar uma viagem de carro, em um avião era mais caro ainda! A média de preço era de aproximadamente de 40% maior do que pagamos atualmente, isso considerando que em todo esse tempo houve inflação, troca de moeda e evolução tecnológica, mas em compensação os serviços eram de se apaixonar.

Lounge de avião nos anos 70.
Lounge de avião nos anos 70.

Talheres em metal, comissárias atenciosas, espaço maior entre as poltronas, refeições com direito a sobremesa e cafezinho. É só uma explanação dos vários mimos que era oferecido para quem voava na época de ouro da aviação, são lembranças de quem voou durante esse período, voar de avião chegava a ser um status de tão luxuoso que era.

Serviço de bordo nos anos 70.
Serviço de bordo nos anos 70.

 

Mas nem tudo eram rosas, comprar passagens não era uma coisa tão prática como hoje em dia, onde você acessa um site de compra ou da própria empresa para fazer sua reserva, antigamente você tinha que ir em uma loja da empresa que normalmente ficavam nos aeroportos para fazer sua compra do seu ticket, nem sempre sendo algo tão viável.

Os anúncios de Tv nem sempre faziam propaganda da empresa e muitas vezes sim do avião. Não é muito incomum achar propagandas antigas de companhias aéreas na internet, se observado bem nota-se que o foco não são promoções ou trechos como hoje em dia, mas sim modelos novos que chegaram a frota ou conforto oferecido pelo mesmo.

Anuncio de revista mostrando conforto a bordo do 747 da American Airlines.
Anuncio de revista mostrando conforto a bordo do 747 da American Airlines.

Comissárias pareciam mais modelos e eram conhecidas como “aeromoças”. Empresas grande como a Pan Am e a Varig chegavam a ter regras como altura e peso para seus funcionários que serviam os passageiros, e além disso ser comissário não era ser apenas uma pessoa para passar instruções de segurança e servir o lanche, também chegava a ser um status!

Comissárias da American Airlines nos anos 70.
Comissárias da American Airlines nos anos 70.

A segurança também foi um fato importante, foi nesse mesmo tempo que começaram a voar os aviões mais modernos como os DC-10, Boeing 747 e Lockheed Tristar que já traziam avanços como piloto automático mais aprimorado entre outros itens.

Infelizmente nesses anos o nosso país ainda não tinha uma demanda grande, que exigia aeroportos modernos, também foi na década de 70 também que os aviões a jato fizeram sucesso nas rotas domesticas como os 737, 727, diferente dos aviões a pistão e turboélice, eles precisam de uma pista maior para pousar e decolar, que diminuiu muito o número de rotas para o interior e criou a cultura do voo direto, até o estado começar o incentivo a aviação regional.

Espaço entre poltronas era maior.
Espaço entre poltronas era maior.

Os voos internacionais normalmente saiam e chegavam do Galeão. Atualmente quando se pensa em voo internacional saindo do Brasil, já remetemos logo ao aeroporto de Guarulhos, mas isso não era algo comum até o ano de 1985 quando ele foi inaugurado. A maioria dos voos internacionais que chegavam e saíam eram do Galeão que por anos recebeu rotas internacionais de diversas companhias aéreas sendo o principal do país.

No geral, viajar de avião na era das discotecas e bandas de rock era algo relativamente único e caro, no entanto majestoso e memorável.

voos_anos_60

COMPARTILHAR
Igor Danin

Estudante , sou da Aeroflap desde novembro de 2013 e acompanhei o crescimento e sucesso da página desde o início antes de me tornar adm, e agora que faço parte da equipe cresço junto com o site.