Em junho, as companhias aéreas do Grupo Lufthansa receberam aproximadamente 13,3 milhões de passageiros, um aumento de 11,8% se comparado a junho de 2017.

Os assentos por quilômetro disponíveis subiram 8,3% em relação ao ano passado, enquanto, ao mesmo tempo, as vendas aumentaram 9,3%.

A taxa de ocupação aumentou 0,8 ponto percentual para 83,5% se comparada a junho do ano passado.

As companhias aéreas do Grupo Lufthansa transportaram um total de 66.9 milhões de passageiros na primeira metade de 2018 – mais do que nunca transportado antes. A taxa de ocupação atingiu 79,8%, uma alta histórica para o primeiro semestre do ano.

A capacidade de carga aumentou 5,2% em um ano sobre outro, enquanto as vendas caíram 0,6% em termos de receita tonelada por quilômetro. Como resultado, a taxa de ocupação do segmento de carga mostrou uma redução correspondente, caindo 3,8 pontos percentuais no mês para 65%.

 

Companhias aéreas em rede

As companhias aéreas em rede – Lufthansa, SWISS e Austrian Airlines – transportaram 9,7 milhões de passageiros em junho, 11,1% mais do que no ano anterior.

Comparado com o ano passado, os assentos disponíveis por quilômetro aumentaram 5,7% em junho. O volume de vendas subiu 6,8% no mesmo período, aumentando a taxa de ocupação em 0,8 ponto percentual para 84%.

As companhias aéreas em rede no hub de Zurique cresceram fortemente, com o número de passageiros 19,2% maior em relação ao ano passado, seguido por Munique (+14,3%)  e Viena (+10,1%).

Em Frankfurt, o volume de passageiros cresceu 6,1%. O assento por quilômetro variou em diferentes níveis: em Munique em 12,5%, em Zurique 8,4%, em Viena 7,7% e em Frankfurt 1,6%.

A Lufthansa transportou 6,5 milhões de passageiros em junho, uma alta de 9,2% se comparado ao mesmo mês do ano passado. Um crescimento de 4,7% no índice de assento por quilômetro em junho corresponde a um aumento de 4,9% nas vendas. Além disso, a taxa de ocupação foi de 84,1%, uma alta de 0,1 ponto percentual do ano passado para cá.

This post is available in: pt-brPortuguês