A Força Aérea da Croácia quer modernizar seu poderio bélico e para isso vai lançar um pedido a cinco nações para escolher um novo caça. O Ministério da Defesa do país já selecionou as cinco nações, são elas a Suécia, EUA, Coréia do Sul, Israel e a Grécia.

A troca de aeronave tem que haver pois a força aérea croata conta com caças da Ex-URSS, os MiG 21 que já estão bem antigos. O país desde 2009 se tornou um membro da OTAN (Organização do Tratado do Atlântico Norte), que cumpre missões que envolvem forças armadas. E em 2013 ingressaram na União Europeia.

Alguns novos vetores podem fazer parte da Força Aérea da Croácia no futuro, substituindo os MiG 21, o caça Gripen está cotado para essa função, visto que a Saab planeja ofertar o modelo para o país. O caça F-16 também está na concorrência, visto que a Croácia tem interesse há tempos na utilização de uma aeronave americana de baixo custo de operação.

Segundo o próprio ministro da defesa do país, a ideia é que os primeiros novos caças da Croácia deverão chegar até 2020, isso se a aquisição for realizada ainda neste ano.

COMPARTILHAR