No Brasil duas companhias já oferecem wi-fi em seus voos, sendo que a Avianca não cobra pelo serviço, enquanto a GOL optou por cobrar uma taxa de uso variável, acompanhando outras companhias estrangeiras. Porém uma pesquisa da Inmarsat Aviation pode mudar o modo como as companhias aéreas estão vendo esse serviço.

De acordo com a pesquisa realizada com 9 mil passageiros em 18 países da Europa, Oriente Médio, Ásia e América Latina, 44% dos passageiros que foram entrevistados afirmaram que poderiam mudar de companhia aérea, caso a mesma não oferecesse o serviço, 60% dos passageiros disseram que o wi-fi a bordo não é luxo, mas uma necessidade básica.

A situação piora ainda mais na Ásia, lá 67% dos passageiros consideram o wi-fi como uma necessidade básica, enquanto 61% dizem que o serviço de internet é mais importante quando comparado com o entretenimento a bordo. Por lá 91% dos passageiros em voos de longa distância topariam pagar pelo serviço.

“O Wi-Fi de alta velocidade está mudando a maneira como as pessoas pensam em voar e como passam seu tempo no ar. Seja usando o tempo de trabalho, para se conectar com amigos e familiares, ou para passar compras ou entretenimento, a disponibilidade de banda larga em linha tornou-se um fator importante na escolha de uma companhia aérea”, disse Leo Mondale, presidente da Inmarsat Aviation.

A pesquisa foi muito além, cerca de 66% dos pais dizem que o serviço é essencial para manter as crianças ocupadas com algo durante o voo (galinha pintadinha mandou abraços). 61% dos passageiros disseram que o Wi-Fi tira a ansiedade durante o voo e 52% dos passageiros aproveitaram a capacidade de comprar itens durante um voo. O entretenimento de bordo está sendo deixado de lado, visto que 45% dos passageiros preferem pagar o Wi-Fi do que utilizar o serviço gratuito da companhia.

O serviço também entra como o terceiro mais importante na hora de escolher uma companhia aérea, entre os passageiros que já viajaram em aeronaves com serviço de Wi-Fi.

 

No Brasil

Foto – GOL/Reprodução

Aqui no Brasil a equipe da Aeroflap já experimentou os dois serviços oferecidos a bordo, já citados acima da Avianca e da GOL, ambos utilizam tecnologias distintas. A GOL consegue a conectividade com a rede de internet por meio de uma antena via satélite 2 KU, que se destaca pela alta velocidade mas com ping alto, enquanto a Avianca Brasil usa a tecnologia KA, também via satélite, com alta velocidade.

Ambos os serviços tem boa velocidade e estão disponíveis atualmente desde o embarque até o pouso no aeroporto de destino. Destaque para a estabilidade da conexão usada pela Avianca Brasil, apesar do upload pequeno que impossibilita o uso do wi-fi em notebook.

A GOL aproveita o Wi-Fi para também fornecer um serviço de entretenimento gratuito, as aeronaves equipadas com wi-fi têm tomadas convencionais disponíveis abaixo do assento para recarregar dispositivos móveis, como smartphones, tablets e notebooks.

COMPARTILHAR