Mais de quatro anos atrás, a Delta anunciou que mais de 19.000 de seus comissários de bordo começarão a usar os telefones do Windows a bordo. Alguns anos depois, a queda contínua da participação no mercado de telefonia do Windows levou a empresa a recuar o suporte para esses telefones. Agora, um e-mail vazado revelou que a Delta está finalmente abandonando os tablets Microsoft Surface e os smartphones Lumia, em favor de iPhones e iPads, para milhares de seus pilotos e comissários de bordo.

Nokia Lumia 820 com aplicativo da Delta

Com até mesmo a Microsoft desistindo de sua própria plataforma Windows Phone, é de se esperar que outras empresas também. A Delta, uma das mais importantes companhias aéreas dos Estados Unidos, sendo uma delas.

No início do ano, a empresa implementará o iPad Pro de 10,5 polegadas e o iPhone 7 Plus nas mãos de mais de 14.000 pilotos e 23.000 comissários de bordo para o atendimento ao cliente a bordo, manuais de vôos e muito mais. O iPhone 7 Plus servirá como uma substituição direta para o Lumia 1520, que foi utilizado a bordo pelos funcionários da empresa desde 2014.

Aparentemente, os novos dispositivos continuarão a fornecer a maioria dos mesmos recursos disponibilizados com os produtos da Microsoft. Como tal, um conjunto de ferramentas, incluindo o personalizado Guest Service Tool, Jeppesen Flight Deck Pro, Jeppesen Flight Deck Pro para planejamento de vôos e Flight Weather Viewer Plus – a versão mais recente do aplicativo de turbulência da empresa – ainda permanecerá em jogo.

Parece que a parceria da Apple com a IBM para obter um ponto de apoio mais forte no mundo corporativo está a dar frutos. O motivo aparentemente óbvio para esta mudança é a recentemente declaração da Microsoft deixando claro que o Windows 10 móvel e hardware não é mais o foco da empresa.

COMPARTILHAR