Anteriormente a diretoria da Norwergian já tinha demonstrado a intenção de operar voos de São Paulo para Londres, provavelmente com ajuda da Norwegian Argentina.

Mas de acordo com uma informação publicada no O Globo pela coluna do jornalista Lauro Jardim na manhã de ontem, a companhia marcou uma reunião em março aqui no Brasil, para tratar sobre uma filial da Norwegian com o presidente da ANAC. A finalidade é entender melhor uma forma de abrir essa empresa aqui no Brasil.



O próprio CEO da Norwegian, Bjørn Kjos, se comprometeu a realizar as reuniões com a ANAC e o Ministério do Turismo e dos Transportes, como forma de esclarecer como funciona o mercado de aviação brasileiro, e até onde a companhia poderá ir como Low Cost. A GOL, por exemplo, terá que explicar ao Governo sobre a cobrança pela marcação de assento, algo comum na Europa.

Caso Kjos concorde com as regras impostas no Brasil, espera-se que a Norwegian tenha a mesma agilidade ao abrir a filial Norwegian Air Brasil, assim como rapidamente iniciou as operações da filial argentina, poucos meses após anunciar a intenção de operar voos domésticos na Argentina.