O recém-eleito presidente norte americano Donald Trump assinou nessa terça feira dia 21 de março uma lei que estabelece missões humanas ao planeta vermelho Marte.

No salão Oval da Casa Branca ao lado de congressista, do vice-presidente Mike Pince de e autoridades da Nasa, Trump assinou a lei que garante um investimento de cerca de US$ 19, bilhões à Nasa.



Foto SpaceX/Divulgação

De acordo com a lei que já havia sido sancionada pelo senado a Nasa estuda enviar uma “missão tripulada a Marte na década de 2030”.

Durante a cerimônia de assinatura o presidente americano lembrou-se dos passos do EUA na corrida espacial, entre eles os de maior importância que foi a ida do homem a Lua. “Nossa nação está pronta para ser a primeira do espaço”, afirmou Trump.

Hoje a nação mais poderosa do mundo depende da Rússia com suas espaçonaves Soyuz para levar astronautas à estação espacial internacional (ISS), isso porque no ano de 2011 a agência espacial americana (Nasa), encerrou a vida operacional dos Space Shuttle (Ônibus Espaciais). Mas existem privadas como a Boeing e a SpaceX que estão desenvolvendo foguetes que levem o homem ao espaço sem depender da Rússia.

Outro fato importante que a então lei reafirma é do programa Orion, que consiste em uma cápsula que irá mais longe do que qualquer outra já construída para levar humanos. O foguete que levará a nave ao espaço é chamado de “Space Launch System” (SLS).

Foto SpaceX/Divulgação