O órgão que regulamenta a segurança dos transportes nos EUA, National Transportation Safety Board (NTSB), confirmou que está investigando o acidente que ocorrem em junho com o drone Aquila do Facebook, que está em processo de desenvolvimento e testes para levar o acesso à Internet a regiões remotas.

A aeronave, de registro N656AQ, “experimentou uma falha estrutural em voo perto de Yuma, Arizona”, assim como disse a NTSB para o portal Flightglobal. “A aeronave foi bastante danificada.”

O incidente ocorreu no dia 28 de junho, às 07:43, nenhuma pessoa ficou ferida durante o incidente. Essa notícia foi quebrada por conta de uma publicação do Mark Zuckerberg sobre o primeiro voo no dia 21 de julho, o Facebook tentou esconder a falha em seu Veículo Não Tripulado.

Zuckerberg não quis relatar nenhuma falha quando divulgou o primeiro voo do Aquila, neste caso a Aeroflap também fez uma publicação sobre o primeiro voo  bem sucedido em julho desde ano, clique aqui para ver a notícia.

Foto - Facebook
Foto – Facebook

“Nós ainda estamos analisando os resultados do teste estendido, incluindo uma falha estrutural que experimentamos imediatamente antes da aterragem”, disse a análise do Facebook. “Para provar a capacidade total do projeto, vamos continuar a empurrar o avião até os seus limites em condições mais extremas através de uma longa série de testes.”

O orgão NTSB observa que a aeronave não tripulada estava operando um “voo de teste experimental”. O Aquila tem 42 metros de envergadura e foi projetado para voar em grandes altitudes, na estratosfera, ele voa em baixas velocidades para oferecer internet para regiões remotas no planeta, o Facebook espera ter uma grande quantidade de drones em seu projeto.

 

Fonte – FlightGlobal

COMPARTILHAR