A EASA (Agência Europeia para a Segurança da Aviação) aprovou o certificado de tipo do Phenom 100EV, a nova versão do Phenom 100 feita pela Embraer, entre as principais atualizações do novo jato executivo está uma atualização no motor turbofan da Pratt & Whitney Canada, para aumentar a economia e produzir mais potência em fases críticas do voo.

Além do desempenho em fases críticas a Embraer também melhorou a velocidade de cruzeiro da aeronave, bem como aumentou a carga útil da aeronave em 293 kg. O cockpit foi atualizado para um sistema Prodigy Touch, baseado no Garmin G3000.



Foto – Embraer/Divulgação

No total o Phenom 100 EV tem motores Pratt & Whitney Canada PW617F1-E, com 1730 libras de empuxo, chegando a 405 nós em velocidade de cruzeiro e até 15% mais empuxo em aeroportos elevados e com altas temperaturas, o que equivale a mais alcance e menor tempo de subida. A aeronave tem alcance de 1178 milhas náuticas (2182 km) com quatro passageiros e reservas no padrão NBAA IFR.

O primeiro cliente do Phenom 100EV foi a Across, uma empresa de táxi aéreo do México. A Emirates Flight Training Academy foi a segunda cliente da aeronave, a missão do Phenom 100EV será treinar pilotos no novo centro de treinamento de pilotos da Emirates Airline, com inauguração prevista para o fim deste ano.

Foto – Embraer/Divulgação

O Phenom 100EV inclusive já é famoso como aeronave para treinamento de pilotos, visto que além da Emirates as companhias Etihad, Finnair e China Southern encomendaram o pequeno jato da Embraer.