A partir deste mês, Eduardo Costa é o novo diretor sênior de Customer Experience e Customer Intelligence da LATAM Airlines. O executivo, que está no Grupo desde 2012, assume o novo desafio desta vez sediado no escritório da companhia em Santiago, Chile.

No novo posto, Eduardo será responsável pelo desenho e desenvolvimento da proposta de valor da empresa bem como das jornadas do cliente LATAM, desde que adquire a passagem, no aeroporto, até o momento a bordo. Além disso, também ficará sob sua responsabilidade as estratégias de gestão de clientes da companhia. Ambas as frentes com escopo para todos os países onde a empresa opera.

“A gestão única das estratégias para o passageiro e da proposta de valor da companhia gera sinergias e potencializa a importância da visão do cliente no Grupo, permitindo-nos uma maior aproximação do nosso público, com um formato de experiência de viagem mais completo, robusto e único.” afirma Eduardo Costa.

Eduardo Costa. Foto – LATAM Group/Divulgação

Eduardo Costa foi diretor sênior de Serviços e Inovação da LATAM Airlines Brasil em 2015 e 2016. Liderou no país as áreas responsáveis por toda a experiência do cliente nos canais de atendimento, nos aeroportos e a bordo.

Neste cargo, esteve à frente de uma equipe multidisciplinar formada por diferentes áreas da empresa, no planejamento e execução do plano especial de atendimento aos passageiros durante os Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016. O trabalho incluiu um conjunto de mais de 100 ações com foco principal na pontualidade e segurança nas datas-chave dos jogos, além de atender com eficiência os espectadores e as delegações.

Entre 2012 e 2015, foi diretor de marketing da TAM. Participou da fusão e o processo de transformação da marca TAM em LATAM, bem como a negociação e anúncio do patrocínio dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos como companhia aérea oficial dos Jogos.

Nos últimos 20 anos, Costa liderou equipes de Marketing, Inovação e Branding em grupos como Nestlé, Natura, Boticário e Scalina, tendo atuado na construção de marcas globais em diversos mercados tais como Chile, Suíça e Inglaterra.

COMPARTILHAR