Em palavras declaradas pelo German Efromovich para a Reuters, a Avianca Brasil deve se unir em breve com sua irmã colombiana, conhecida como Avianca Colombia ou Avianca Internacional. “A companhia, seu conselho e acionistas majoritários estão conscientes de que a fusão entre a Avianca Colômbia e a Avianca Brasil tem que ocorrer e tem que ocorrer o mais cedo possível”, explicou Efromovich.

De acordo com ele a fusão deveria ocorrer o mais rápido possível, no tardar até o final do ano, porém uma comissão está analisando todo o processo e realizando as negociações necessárias com os demais acionistas da Avianca Colombia. Recentemente a Avianca Internacional realizou a compra da Macair, uma companhia aérea Argentina, em uma estratégia de aumentar sua participação em maior parte dos mercados da América Latina.

German também discorreu sobre renovação de frota e devolução de aeronaves, segundo ele a previsão é que a renovação de toda a holding (que inclui a colombiana) começasse em 2017, com término em 2024. Porém com o atual cenário de recessão na América Latina, só será possível realizar por volta de 2019/2020. A Avianca continuará com sua estratégia conservadora, com quase nenhum aumento na capacidade de assentos para os próximos anos. A definição final sobre isso será apresentada em abril.

 

Fonte – Reuters

COMPARTILHAR