Desde meados de 2016 o HNA Group, da companhia Hainan Airlines, está enfrentando uma crise financeira, devido ao mau desempenho de alguns negócios do grupo, especialmente do setor hoteleiro e turístico.

A reestruturação inclui a compra de 3,4 bilhões de ações do grupo HNA pela companhia Hainan Airlines, dessa forma a aérea terá mais controle do grupo. Para isso o valor de US$ 1,6 bilhões precisará ser investido pela companhia aérea.

Após a conclusão da transação, a Hainan Airlines terá as seguintes participações:

  • 54% da HNA Aviation;
  • 94% da West Air, de Chongqing; 
  • 60% da West Holding, uma das partes interessadas da West Air.
  • Além disso, a HNA Technic e a Sky Plumage se tornarão subsidiárias integrais.

A companhia ainda planeja adquirir:

  • 61% da HNA Technic;
  • 60% da HNA Aviation;
  • 100% da Sky Plumage;
  • 60% da West Holding;
  • 30% da West Air.

A reestruturação pode mudar o controle acionário da Hainan Airlines Holding para a Hainan Cihang Charity Foundation. Atualmente, a Grand China Air é a maior acionista, com participação de 24,3%; O HNA Group é o quarto maior acionista, com participação de 3,5%.

A Hainan Airlines também planeja distribuir as ações da A para 10 investidores, incluindo a Temasek, de Cingapura, que deve investir 700 milhões de iuanes para arrecadar 7 bilhões de iuanes para financiar os seguintes projetos:

A Hainan ainda planeja adquirir mais participações de empresas do Grupo HNA, como forma de fortalecer os negócios e dispensar aqueles com menor lucro. A maior parte dessas aquisições está focada nas divisões de manutenção e treinamento de pilotos, algo de interesse para sustentar o crescimento da companhia aérea.

Apesar desse planejamento complexo ser entusiasmante para a Hainan Airlines, que passaria a focar somente em aviação, um acordo ainda precisa ser fechado entre ambas as partes para finalizar um possível contrato de aquisição dessas empresas do HNA Group, que cada vez está perdendo a sua força.

Vale ressaltar que no final de abril a Hainan Airlines declarou que vendeu 20% da sua participação na Azul Linhas Aéreas para o Calfinco, administrador da United Continental Airlines. Com essa venda a Hainan Airlines ficou com uma participação de 17,9% na Azul, e embolsou US$ 138 milhões pelo negócio.

 

Via – ATW Online

This post is available in: pt-brPortuguês